Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 26/04/2009

Nossa deu um trabalho para fazê-la,mas tirei a nota máxima, 5.0 pontos.Fiquei muito feliz :).

Quase um terço da população da Grande Goiânia anda de ônibus todos os dias. Os usuários do transporte coletivo urbano reclamam que os ônibus passam atrasados no ponto, andam em situação precária e superlotados. Ontem várias pessoas reclamaram do problema no Terminal do Eixo Anhanguera no Jardim Novo Mundo. A estudante do Ensino Médio, Luciana Campos, de 17 anos, disse que a superlotação dos ônibus acontece por causa do crescimento da cidade. “Existe uma grande demanda de pessoas, e a cidade não tem como atender a todos”. De acordo com o pedreiro Eli Ribeiro, 47 anos, nos horários de pico a situação fica pior. “É quase impossível andar de ônibus entre às 6:00 horas e 7:00 horas da manhã . Por estar muito cheio, as pessoas acabam se machucando.” A Servidora da Secretaria Municipal de Educação, Maria Lúcia Neves, de 49 anos, acredita que a superlotação dos ônibus é porque falta veículos. “A solução para este problema seria colocar mais ônibus para circular, aumentar as linhas que percorre os bairros e implantar o metrô subterrâneo”. A Monitora do Transporte Coletivo, Camila Derli, que fiscaliza as plataformas do Eixo Anhanguera , disse que “o transporte público precisa melhorar muito e, para isso, precisar comprar mais ônibus”. Para ela o metrô não seria a solução mais eficiente, porque ficaria caro. A maioria das pessoas continuaria andando de ônibus. Luciana disse que o transporte público de qualidade é um direito de todos. “O governo deve investir em transporte, porque pagamos impostos para ter esse serviço”. A Metrobus, que transporta atualmente 150 mil passageiros por dia, não quis falar sobre esse assunto.