Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 27/06/2011

Clique para aumentar

          O inverno está aí, roupas confortáveis, quentes e curtos. Como assim ??? Curtos acompanhados de meia-calça. Tem para todos gostos e estilos.
         As pretas são as queridinhas, e fica bem em quase todos os tipos de corpos, além de afinar as pernas. Para as magrinhas o ideal são as rendadas e estampadas.

                                                                       Clique para aumentar
                  Quem é mignon pode abusar das meias também, é legal usar o sapato da mesma cor, para dar sentido de continuidade.


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia

 

Esses dias lendo um post do blog Jovem Brilhante me inspirei para escrever sobre esses seres incríveis.
O Unicórnio é um animal mitológico com forma de um cavalo branco, mas com um chifre em espiral no topo da cabeça. São seres dóceis, associados à pureza e força. Segundo o mito, as virgens são os únicos que conseguem doma-los.
Eles são sempre citados em ficções fantásticas,como nas histórias de Lewis Carrol, C.S. Lewis e pela querida J.K. Rowling. Na série do Harry, o unicórnio é ser puro, e o seu sangue pode manter alguém vivo, no entanto mata-lo é algo amaldiçoado, e ter apenas uma semi-vida bebendo o seu sangue. Além disso seu pelo serve para produzir núcleos de varinhas, como a do Rony.
Esse ser também está presente no desenho Caverna do Dragão. Uni é uma  filhote do Reino que se torna a mascote dos personagens e tem afeto especial por Bobby.

 

Saindo do lado fantástico, o unicórnio seria o descendente do Elasmotherium um animal pré-histórico descrito em historias da China e pérsia. De acordo com  enciclopédia sueca Nordisk familjebok, publicada de 1876 a 1957, o animal pode ter sobrevivido o suficiente para ser lembrado em mitos do povo russo como um touro com um único chifre na testa. No ano de 1663 foi encontrado perto de uma caverna da Alemanha, o esqueleto de um animal que, especulava-se, seria um unicórnio.

 


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 17/06/2011
           
           Quando pequena queria voar, alcançar a lua e deixar o mar. Talvez porque a lua me fascinava e me fascina. Como que pode existir um espetáculo tão lindo no céu, e ninguém viver-lá ?
            Isso me intrigava muito. E para achar uma resposta resolvi estudar, entender todas as constelações e imaginar como seria viver na Lua. E foi aí que decidi ir para lá, resolvi virar astronauta.Não foi fácil, estudei durante muitos anos, aprendi sobre todo o universo, as estrelas, os planetas e as galáxias.
             E agora vou realizar meu grande sonho, vou para a Lua!

Páginas12