Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 29/11/2012

Sempre planejei como entrar na faculdade e agora me vejo
frustrada, pelo fato de não ter planejado o que faria depois. Quando entrei na
faculdade tinha sim planos e sonhos, mas com o tempo eles se perderam, e permanecem
apenas em alguns cadernos, anotações, lembranças. Mas agora não tenho planos,
tenho algumas metas, alias algumas ideias.
Sabe, gosto de planejar as coisas, viver os planos. Ou seja,
gosto de planejar uma viagem para o fim de semana, e então passar os dias
cuidando dos detalhes: o que levar, como ir, o que fazer lá. E assim é minha
vida, gosto de viver os preparativos, as expectativas. E então comparei com a
felicidade, o gostoso, a aventura está em caminhar para a felicidade, vencer os
obstáculos, quebrar as barreiras. Pois quando atingirmos a felicidade plena
vamos procurar o quê? Pronto, a jornada vai terminar? 
Acredito que é por isso que demoramos então a atingir a felicidade plena, para
vivermos sempre a buscando.
Seguindo esse raciocínio, lembrei-me  das minhas dúvidas, tenho tantas.  Muitas vezes gostaria de saber a resposta de
todas elas, mas assim a graça  e a
aventura de tentar responder essas questões acabariam. Deve ser muito chato
saber de tudo, o tempo todo. Sabendo que determinado fato vai acontecer na sua
vida, para que então fazer algo diferente né? Não teria muita graça.
Desse modo, voltando ao primeiro raciocínio, acho melhor eu
começar a criar planos para esses próximos anos.
Confuso?
Assim como eu

Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 27/11/2012
“Pois assim como os pássaros, quero ser livre. 
Livre para ir onde quiser, livre para voltar quando quiser, 
Livre para seguir o vento, sem rumo, sem destino ou para aquele destino”.

Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia

Inspiração para essa noite

Páginas12