Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 13/12/2016
parque-ibirapuera-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-2Parque Ibirapuera

No inicio de dezembro fui para São Paulo, por causa da CCXP (confira vlog aqui) e aproveitei para conhecer diversos lugares que não consegui ir da primeira vez que estive em Sampa, em 2014. Por isso, preparei este post especialmente para quem nunca foi em São Paulo e não quer perder tempo indo em lugares que não são tão bons assim.

O que fazer em São Paulo

parque-ibirapuera-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-3

Ir ao Parque Ibirapuera

O Parque Ibirapuera, o mais importante da cidade, foi inaugurado em 1954 e hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade. Dentro dele há vários museus, auditórios, ciclovia, quadras, pistas de patins, entre outros. No período em que fiquei em São Paulo, fui um dia no parque e aproveitei para prestigiar a Bienal de São Paulo, demos uma volta no parque, mas não conseguimos chegar ao lago, pois o Ibirapuera é muito grande, e é bem difícil conhecer todo ele a pé, rsrs.

starbucks-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-1

Tomar chocolate quente ou Frappuccino na StarBucks

São Paulo é a meca da StarBucks, rsrs, isso porque em cada esquina (principalmente da região da Avenida Paulista) e shopping tem um negócio da marca. Como aqui em Goiânia ainda não tem StarBucks, aproveito para ir quando viajo. Indico o Frappuccino Floresta Negra, Chocolate quente e donuts de doce de leite haha.

masp-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-2 masp-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-3

Ir ao MASP

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), localizado na Avenida Paulista, é um dos mais importantes do Brasil. Com seu famoso vão de mais de 70 metros sob quatro pilares, o MASP conta com um grande acervo de obras, programação de atividades anual, e é palco de uma feirinha de antiguidades que ocorre todos os domingos. O visitante paga R$30 para entrar no Museu (estudante paga meia), mas às terças-feiras a entrada é gratuita.

mercado-municipal-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-2 mercado-municipal-o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua-1

Comer sanduíche de mortadela no Mercado Municipal

O Mercado Municipal Paulistano, o mais importante mercado público da cidade, foi inaugurado em 25 de janeiro de 1933 e hoje é polo cultural, gastronômico e turístico de São Paulo. É no Mercado Municipal que encontramos o famoso sanduíche de mortadela, a lasanha de bacalhau, peru marroquino e diversos pratos diferentes.

o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua2 o-que-fazer-em-sao-paulo-lary-di-lua

Tirar muitas fotos

São Paulo tem muitos prédios históricos, museus, grafites, enfim, muito cenário para fotos lindas. Aproveite seus passeios e tire muitas fotos

Assista ao vlog de São Paulo aqui

E vocês, conhecem São Paulo? o que vocês gostam de fazer na cidade ? Comente aqui


Por Di Lua, sobre Cinema, Diário de Viagem
Dia 09/12/2016

ccxp-2016-evanna-lynch-lary-di-lua-5

No último sábado, dia 03 de dezembro, eu fui na Comic Con Experience 2016 (CCXP), evento de cultura pop, realizado entre os dias 1º e 4 de dezembro, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, em SP.  Conheci a Evanna Lynch, a Luna Lovegood de Harry Potter (e este blog tem esse nome por causa dessa personagem rsrs), vi várias cosplayers incríveis, vários estandes com brindes e atrações legais, e muita, mas muita gente reunida com o mesmo objetivo: fazer parte/celebrar a cultura geek/nerd. E sim, foi épico e com certeza irei nos próximos anos.

ccxp-2016-lary-di-lua-3 ccxp-2016-lary-di-lua-4

A CCXP deste ano contou com estandes dos principais estúdios, como Warner, HBO, DC Comics, entre outros, e com vários artistas internacionais, como Vin Diesel ( Velozes e Furiosos), Nina Dobrev ( Diário de Vampiros), Ruby Rose (Orange is the New Black), Milla Jovovich (Resident Evil), Evanna Lynch (Harry Potter), Natalie Dormer (Games of Thrones), David Ramsey (Arrow), David Wenham (Senhor dos Anéis, as Duas Torres), além de ídolos dos quadrinhos, escritores e artistas.

ccxp-2016-lary-di-lua-7

ccxp-2016-lary-di-lua-9

Eu fui na CCXP 2016 especificamente para conhecer a Evanna Lynch, mas aproveitei e fiquei o dia todo na feira. Havia quatro salas com painéis no dia que fui. No inicio fiquei na Sala Cinemark, onde teria o painel da Evanna, premier de Moana, apresentação dos novos Power Ranges, entre outros, mas como eu também queria ver a feira em si, os estandes, as atividades e ações, acabei assistindo apenas o painel da Evanna.

ccxp-2016-lary-di-lua-10

ccxp-2016-lary-di-lua-11

O espaço onde foi realizado a CCXP 2016 é enorme, por isso é impossível ver tudo em um dia só, como tentei fazer. Por causa da quantidade de pessoas, todos os estandes tinham filar quilométricas, e por isso não consegui tirar foto/participar das ações de todos. Nem na loja oficial do Harry Potter (onde as coisas estavam bem caras) eu consegui entrar. Segundo a organização do evento, 192 mil pessoas passaram na CCXP durante os quatro dias, ou seja, muita gente.

ccxp-2016-mari-moon-lary-di-lua-1


ccxp-2016-lary-di-lua-2

Minhas dicas para quem pensa em ir nas próximas Comic Con:

Compre ingresso pelo menos para dois dias, assim você consegue aproveitar mais e ir em todos os estandes;

O ator/artista que você admira estará no evento e você sonha em conhecê-lo? Economize durante o ano e compre o ingresso para tirar foto, vale muito a pena, pois é uma oportunidade única;

Vá com roupas e calçados confortáveis;

Leve lanches;

Se divirta muito.

Quer ver um pouquinho como foi meu dia na CCXP 2016? Assista ao blog abaixo:


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 14/11/2016

toca-hobbit-airbnb-lary-di-lua-4

Você já pensou em viajar e ficar em uma verdadeira toca Hobbit? Em Orondo River Park, Washington (EUA) você pode se hospedar na “Casa Minúscula do Condado (Tiny House in the Shire)”, da Kristie. A construção é inspirada em uma toca hobbit e está localizada na encosta da Columbia River Gorge.

toca-hobbit-airbnb-lary-di-lua-5

A casa, disponível para aluguel no Airbnb, encanta logo na primeira vista com sua icônica porta redonda. Do quarto principal, o hóspede tem uma vista magnífica por uma janela, também redonda. Além disso, todo o interior da casa é decorado inspirado em uma toca do Bolsão. Não tem como não se imaginar em um livro de J. R. R. Tolkien.

toca-hobbit-airbnb-lary-di-lua-6

Para se hospedar na “Tiny House In the Shire”, o hóspede irá desembolsar R$873 pela diária. A toca acomoda duas pessoas, tem aquecimento central e lareira. Segundo a própria descrição da proprietária, a “maioria dos vizinhos serão veados, coelhos, pássaros e galinhas”. Ah, e o perfil da casa no Airbnb conta com 91 avaliações positivas.

toca-hobbit-airbnb-lary-di-lua-2

Eu fiquei encantada assim que coloquei os olhos nessa toca Hobbit, e ela já está na minha wishi list, Hospedagens do Sonho, do Airbnb.

toca-hobbit-airbnb-lary-di-lua-3

Airbnb

O Airbnb é um site comunitário de hospedagens, onde as pessoas alugam um quarto em sua casa ou todo o espaço. Para isso basta se cadastrar no site e pesquisar valores em mais de 34.000 cidades e 191 países. Você se hospeda bem pagando relativamente baixo para isso, e ainda pode ganhar uma renda extra ao locar um espaço de sua residência. O site, foi criado em 2008 em São Francisco, na Califórnia. 

Descobri o Airbnb por indicação de uma amiga. Vou para São Paulo no início de dezembro e estava olhando tarifas de hotéis e hostels na região da Avenida Paulista. Contudo, após ela me falar do site, pesquisei e não tive dúvidas na hora de escolher um apartamento bem localizado e com a diária bem em conta. Após essa viagem, irei fazer um outro post para contar minha experiência.

Ah, quer receber R$85 de desconto em sua primeira viagem? Use meu código: www.airbnb.com.br/c/laryssam169

Ficou com vontade de se hospedar nessa toca hobbit? já conhecia o Airbnb? Me conte aqui nos comentários.


Páginas12345... 22»