Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 12/02/2017

cafecompsique lary di lua

Milhões de pessoas no mundo são afetadas por alguma doença psicológica (transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno bipolar, anorexia, depressão, estresse pós-traumático, entre outros), e muitas dessas pessoas são nossos tios, amigos, pais, avós, companheiros, ou seja, pessoas muito próximas de nós. Por motivos emocionais, algumas não conseguem se manter em um emprego, tem dificuldade em conviver com o outro, e na maioria das vezes não são aceitos. Infelizmente, várias pessoas acabam achando que o outro está “inventando” história, que a pessoa é preguiçosa, ou está apenas passando por uma má fase, julgamentos que só acaba piorando o estado psíquico da pessoa que sofre de depressão ou de outra doença psicológica.

@hannes_casparFoto Reprodução: Whattarollmag

Por isso, Mariana, de 24 anos, criou o Café com Psique, blog para falar sobre depressão, psicanálise, superação e empoderamento. Mariana passou por diversas dificuldades por causa da depressão, inclusive foi internada, e começou a escrever sobre como uma forma de se tratar. Ela conta que o feminismo e as questões sobre empoderamento também a ajudaram bastante, e continuam ajudando, e por este motivo também são temas abordados no blog.

Formada em Letras, Mariana escreve muito desde criança e por isso escolheu falar sobre a doença no blog. “ Trabalho como redatoras em agências de publicidades, escrevo para viver, e por isso criei o blog, para usar meus talentos e falar das coisas que estavam me afligindo”, afirma.

“Reflita e me diga: depressão é loucura?

Você alguma fez já se fez aquela pergunta: Se eu ficar louco, vou ao menos saber que estou ficando louco?

Você alguma vez já se sentiu cansado, muito cansado, às 8 horas da manhã, depois de ter dormido 10 horas de sono? …” – Do olhar cheio de névoa e de uma luz possível (continue lendo aqui).

Assim, convido todos vocês a conhecerem o Café com Psique e dar aquela força para a Mariana.

Blog: Café com Psique

Página no Facebook: Café com Psique

Gratidão!

8159668469_f01a4d1e8a_bImagem Reprodução: Kyle Thompson 


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 03/02/2017

Na noite de ontem foi realizado o Sorteio de oito anos do blog, e fiquei bem feliz com a quantidade de pessoas que participaram. Realizei o Sorteio pelo site Sorteou,  uma ferramenta que facilita o gerenciamento de concursos e sorteios realizados pelo Instagram, uma vez  cadastrado o sorteio no site, ele cria um banco de dados de todos os comentários participantes. Ou seja, o site valida o perfil do sorteado, verificando se ele seguiu a regra básica ( seguir os perfis dos organizadores). Além disso, após o sorteio pelo Sorteou, eu ainda verifiquei se a sorteada curtia a Página do Di Lua no Facebook. Realizei o sorteio quatro vezes, pois as três primeiras não curtia a página :(, mas a quarta pessoa e ganhadora do Sorteio sim, e ela foi a:

16406542_1232152580213203_713621061102177562_n

Paula Machado, que já me enviou seu endereço e em até 10 dias envio o prêmio para ela.

Obrigada a todos que participaram e continuem ligadas aqui no blog e no Instagram @larydilua, pois este ano será cheio de novidades.


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 27/12/2016

frutas-lary-di-lua-3

Esse ano, ao invés de postar metas para 2017, resolvi falar sobre as metas que fiz para esse ano e se eu consegui cumpri-las. Todos os anos, eu posto aqui no Di Lua o que eu pretendo fazer no próximo ano, mais muitas vezes eu não cumpro nenhuma hahaha. Porém, as coisas foram diferentes esse ano, das cinco metas propostas, eu consegui cumprir três delas completamente, uma vitória hahaha.

Mudar minha alimentação

frutas-lary-di-lua-1

Apesar de não ter feito uma reeducação ou ter mudado totalmente minha alimentação, considero essa meta cumprida. Quem me conhece sabe que sempre fui viciada em refrigerante, e isso é um péssimo hábito que temos em casa. No almoço, no jantar, com visita, sem visita, enfim, tudo é motivo para comprar a bebida, que nunca falta em casa. Ou seja, parar de tomar refrigerante sempre foi impossível, as vezes eu ficava uma semana sem tomar, mas na outra tomava o dobro. Então, após ler muito e ficar chateada com a balança, decidi ao menos diminuir a quantidade e não tomar todos os dias. Ao fim de dois meses eu não parei totalmente de tomar refrigerante, mas tomo bem menos. Em casa eu tento resistir ao máximo, e tomar só aos finais de semana. Quando saio quase sempre peço um suco natural. Também diminui a quantidade de vezes que como hambúrguer no mês, e tenho optado por sanduíches naturais e frutas na hora do lanche.

muay-thai-lary-di-lua

Fazer atividades físicas

Como eu disse neste post aqui, eu nunca fui sempre sedentária, já fiz natação, caminhada, dança de salão e outros. Mas havia dois anos que eu não fazia nada, e como uma das metas para 2016 era fazer atividades físicas, no inicio do ano me matriculei na academia e desisti uns três meses depois. Sério gente, academia (empurrar aparelho, fazer agachamento segurando peso, ficar olhando para um monte de armações) não é para mim, é chato, o tempo não passa e, por causa disso, não vi diferença nenhuma. Mas eu também não podia ficar sem fazer nada. Então em junho eu me matriculei na aula de zumba, e em julho no Muay Thai. A ideia era fazer os dois exercícios, mas como as duas atividades são bem “cansativas”, acabei optando pela última, que estou fazendo desde então. Às vezes falto, às vezes bate aquela preguiça, mas estou gostando bastante de dar um jabs rsrs e não penso em parar tão cedo.

livros-girlboss-lary-di-lua

Ler mais livros

É incrível como perdemos tanto tempo na internet, e quando vemos o dia já terminou. E, por causa desse vício, não consegui cumprir minha meta de ler mais livros nesse ano, apesar de amar ler.

Postar pelo menos três vezes na semana aqui no blog

Essa eu cumpro em partes, tem meses que minha rotina está mais tranquila e eu consigo, mas tem outros que não. Além disso, comecei outra graduação no último semestre, e o horário livre que eu tinha a noite eu não tenho mais L. Mas sempre estou lendo e produzindo algo aqui para o blog.

Focar mais no Di Lua

Sim, assim como no ano passado, esse ano eu senti que foquei mais no Di Lua (tanto blog, como canal, Instagram, enfim todas as redes sociais que estou). No ano que vem quero continuar assim e profissionalizar mais as fotos, os vídeos. O que vocês acham?

di-lua-lary-di-lua

Mais importante que ficar fazendo metas novas é preciso cumprir as passadas. E vocês, gostaram deste post? Conseguiram cumprir as metas desse ano?


Páginas12345... 172»