Por Di Lua, sobre Moda
Dia 07/12/2015

armario capsula lary di lua (3)

Há algum tempo me deparei com um post sobre Armário Cápsula no blog Teoria Criativa, e fiquei muito interessada na ideia que consiste em ter um guarda-roupa com o mínimo de peças para a estação e que as mesmas se combinem entre si. A ideia é da americana Caroline, do blog Unfancy, que decidiu simplificar a vida começando pelo seu guarda-roupa. Carolina monta seu armário-cápsula, a cada três meses, com 37 peças entre roupas, calçados e acessórios que ela usará naquela estação. As outras roupas que ela irá usar em outras estações são guardadas. Contudo, o número não é uma regra exata e um dos grandes princípios do AC é o consumo consciente, ou seja, comprar roupas que não originam de trabalho escravo.

No inicio procurei várias matérias sobre armário cápsula, li bastante e busquei várias inspirações. Aos poucos comecei a olhar meu guarda roupa com atenção e percebi que tenho muitas roupas e muitos calçados (quase 35 pares), mas que não casam entre si, que eu não uso, ou que eu nunca usei.

armario capsula lary di lua (1)

Sim, sou muito consumista, mas de uns tempos para cá tenho pensado bastante à respeito, além de querer “meio” que definir meu estilo. Não quero virar escrava de um estilo só, pois sei que assim como a Lua, sou de fases e o modo de me vestir tem muito haver com o meu estado de espírito. Mas quero passar a construir um estilo próprio a partir dos meus gostos culturais e musicais, ou seja, representar minha personalidade através do meu look, e assim, ser reconhecida por ele. Deu para entender? Rsrs.

Além disso, para quê comprar um vestido estampado que eu vou usar uma única vez? Por que não comprar um vestido sóbrio que poderei usar várias vezes ao acrescentar acessórios ou um colete?

Ao começar a me questionar essas questões, percebi que já estava na hora de parar de comprar por compulsão e pensar se realmente eu iria usar determinada peça ou se ela ficaria sempre no fundo do baú por falta de oportunidade de usar, ou de nunca combinar com nada, nem com o meu estilo (que também anda um pouco indefinido).

armario capsula lary di lua (2)1/5 do que é meu guarda-roupa atualmente

Assim, o Armário Cápsula é uma ótima solução, pois eu acabo me atentando para as peças que gosto e têm mais haver comigo, e não compro por meramente comprar (ansiedade, compulsão).  Nos últimos meses, sempre que abro o guarda roupa tiro uma peça que não uso mais ou nunca usei e coloco na minha lojinha no Enjoei ou dôo e isso já tem sido um ótimo começo. Mesmo que ainda eu não tenha montado um AC, já comecei a me desapegar de coisas que não fazem sentido para mim, e isso acaba sendo aplicado não só no meu guarda-roupa, mas também na vida.

Não é fácil, e não tem sido. Mas nos últimos dois meses, me peguei fazendo escolhas mais conscientes, pensando muito na hora de comprar ( preciso dessa peça? vale a pena? vou usar?) e desapegando de muita coisa ( um exercício que sempre foi difícil ).

*O próximo passo é postar aqui no blog a variedade de looks que é possível montar com peças básicas e neutras que sempre temos em nosso guarda-roupa, como uma camiseta branca ou um colete jeans.

E vocês, já conheciam o Armário Cápsula? Já seguem esse ideia?



Dia 13/04/2016 às 00:02

[…] essas “dietas fashion” e ficam um ano, ou mais sem comprar nada e usam somente o que já tem. O armário capsula é outro “estilo de vida” (acho que pode se chamar de estilo) que vem me influenciando […]