Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 30/07/2013
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
Quer conhecer a Chapada dos Veadeiros? Programe uma semana, e mesmo assim você não conhecerá nem a metade das atrações. Há mais de 100 cachoeiras, muitas em propriedades particulares, que cobram pequenas taxas para visitação. Fui quinta e voltei no domingo, e consegui ir em apenas dois lugares, o Vale da Lua e no Salto do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Para chegar na maioria das cachoeiras é preciso percorrer trilhas de difícil acesso, então não dá para conhecer mais de duas no mesmo dia.

Vale da Lua

O Vale da Lua localizado a 11 km do povoado de São Jorge, é um conjunto de formações rochosas causada pelo trabalho das águas do rio São Miguel. O lugar recebeu este nome por lembrar a paisagem lunar, há crateras e galerias subterrânea escavadas pelo atrito da areia (levada pela água) com as rochas. A trilha para chegar ao vale é de fácil acesso, no entanto para passar de um piscina natural (lugares apropriadas para banho) para outra é mais complicado, pois é preciso subir pelas pedras. Como a atração está localizada em uma propriedade particular e necessário pagar uma taxa ( no momento é R$ 10,00).

Salto de 120m
No Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, fizemos a trilha que levava aos saltos de 120m e 80m do Rio Preto. Com cerca de duas horas de caminhada, percorremos um trilha um tanto “pesada”, haja folego e preparo físico. Mas o resultado final vale a pena, o lugar é de uma beleza incrível.
Pousada em formas de disco voadores – Luna Zen
Diferente do mostrado na mídia no ano passado, nem todas pousadas tem formato diferentes (disco voadores e piramides), mas a maioria tem um toque especial. Fiquei hospedada na Pousada Conquista do Paraíso, que é muito organizada e aconchegante. Os donos, Sr. Beto e D. Sonia, são super gente boa, davam dicas de passeio, estavam sempre dispostos a ajudar , e ainda prepararam uma fogueira de despedida em nossa última noite.
Pousada em que fiquei e indico

Alto Paraíso – Parte I



Dia 30/07/2013 às 14:40

Mais uma beleza do nosso querido Goiás. Ainda não conheço, mas acredito que deve ser muito um lugar bonito pessoalmente. As fotografias, aliás, deixam isso claro. E essa pousada em forma de discos voadores é muito tentadora, rs.