Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 17/11/2013

Ao me cumprimentar  ele logo perguntou:
– Como vai o coração ?
– Vai bem –  respondi.
– Não é isso que mostra seus exames – me disse
– Na verdade é isso que aprendi desde nova, dizer que está tudo bem quando na verdade não está, que colocar um sorriso no rosto é sempre a melhor opção. Retruquei enquanto olhava pela janela e me perdia em pensamentos.

-E as feridas, quantas já somam? – tornou a perguntar
-Ah, essas são muitas. E não sei porque insisto em acreditar que elas vão se cicatrizar, e que isso um dia dará certo.
– Isso mostra que ainda lhe resta esperança …
– Não senhor, isso mostra que sou teimosa de mais, e propensa a ganhar mais uma – falei, enquanto ele me olhava como se pudesse enxergar minha alma e ler meus pensamentos, uma pena, pois isso é quase impossível …