Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 29/06/2018

No dia 18 de abril, tomei o café da manhã às 8h, fiz o checkout do Hi San Francisco Downtown e pedi um Lyft (aplicativo de carro particular similar ao uber) para ir à estação da Empresa Greyhound, onde peguei um ônibus rumo à Fresno. O ônibus deveria sair às 11h e chegar em Fresno às 16h, mas o motorista se atrasou e cheguei na cidade às 17h30, onde o Rod, que trabalha no Gleanings, e a Heidy, uma brasileira que era voluntária no Gleanings, já me esperavam. No caminho descobri que o Gleanings não ficava em Fresno/CA como pensei, e sim em Dinuba, uma cidadezinha pequena, também na California, a 40km de Fresno.

Fiquei dezesseis dias no Gleanings for the Hungry e foi uma experiência incrível. Melhorei meu “listen”, ajudei nas tarefas, lavei baldes, limpei quartos, embalei produtos para um preparo de sopa, conheci pessoas que levarei para sempre no meu coração, pude vivenciar o dia a dia em uma comunidade de voluntários e foi importante em uma causa linda, pela qual o Gleanings trabalha.

Espaço onde a sopa é embalada | Lavagem de baldes em que os pêssegos são colocados

O Gleanings é uma comunidade de missionários que trabalham para enviar comida para países com extrema pobreza, principalmente os países africanos. No verão eles plantam pêssegos e depois os enviam secos em baldes para estes lugares, e no restante do ano eles fazem um preparo para sopa, composto por mix de vegetais desidratados. Desse modo, sempre tem voluntários no local para ajudar nos trabalhos, principalmente pessoas da terceira idade e mochileiros de vários lugares do mundo rs.

Eu e a Heidy, uma brasileira que estava no Gleanings como voluntária também

Eu conheci o Gleanings por meio do site Worldpackers, que é uma comunidade baseada na colaboração. O Worldpackers ofertam vagas no mundo todo para você trocar trabalho por hospedagem. Eu procurava um local que eu pudesse dormir em troca de trabalho na California, como uma forma de economizar na viagem, quando encontrei o Gleanings, que era muito mais do que eu procurava.

Paguei a taxa do Worldpackers no valor de $40, na época deu R$139,07, pois paguei com o cartão de crédito, me candidatei ao Gleanings e fui aceita. Contudo, você não precisa ir para lá apenas pelo Worldpackers, pode entrar em contato diretamente com eles e pagar uma taxa de $100 para ficar um mês lá trabalhando, o que também compensa muito.

O voluntário trabalha de segunda a sexta e recebe hospedagem e cinco refeições diárias. Os finais de semana são livres, e as pessoas podem ir ao Sequoias National Park, que fica a 1h de distância, ou ao Yosemite, que fica a 2h. Infelizmente não consegui ir em nenhum dos dois, pois nos finais de semana que eu estava lá, ninguém foi e eu não tinha carro. Porém, fui em um festival de foguete com churrasco americano e amei :).

Como meus dias no Gleanings era bem “rotineiros” gravei apenas dois vídeos lá, um geralzão mostrando como era a comunidade, o que eu fazia e tal, e um explicando como eu havia conseguido aquele voluntariado. Então se você ficou curioso para saber mais, assista à estes vídeos abaixo:



Livia disse:
Dia 04/07/2018 às 17:47

que máximo saber dessa experiencia de voluntariado na Califórnia, amei saber tudo nesse seu post super completo

http://www.tofucolorido.com.br
http://www.facebook.com/blogtofucolorido

Di Lua disse:
Dia 04/07/2018 às 18:20

Oii Livia, valeu muito a pena esse voluntariado. Que bom que gostou 🙂