Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 09/06/2010
Foi quando eu comecei a perder a esperança, que no final do túnel surgiu uma luz. Confesso que não era o que eu imaginava, mas aquilo me deixou bastante feliz. Qualquer pessoa que me visse notaria que algo estava diferente, e o que me denunciava principalmente era meu sorriso. Sabe quando você está nervosa e sorri? Bom, o meu não era esse, e nem o de vergonha ou quando ouvia uma piada no bar; esse era delicado, sincero e surgia sem motivos.
No começo fiquei apreensiva, e no início nada é certo. Sabe aquela sensação de estar criando ilusão, de estar sonhando, com uma leve desconfiança, me assombrava muito, talvez e simplesmente o medo do novo, o que é muito chato para qualquer pessoa, e confesso novamente, muito pior para mim. Esse é o principal motivo de não ter vivido grandes aventuras: o medo do desconhecido! Sou daquelas pessoas que preferem a segurança, não gosto de correr riscos (apesar de serem necessários de vez em quando), dar a cara a tapas literalmente, o que me torna uma pessoa totalmente sem graça, e não descobri isso nós testes de revistas femininas, eles só me fizeram ter certeza. Argh!
Mas voltando ao assunto, esse medo inicial diminuiu com o tempo, logo vieram às atitudes mais concretas, ligações, mensagens, coisas que me deixou mais esperançosa. Como era bom se sentir assim. Então imagina você como eu estava. Como era de esperar, eu era só sorrisos, e vivia a cantarolar, coitada da vizinha que tinha que me aturar. Voava sem sair do chão. Tudo era flores.
Mas de repente puft! O sonho acabou minha gente. Foi como um pesadelo…, desculpe o exagero, essa é uma falha minha. Bom, sei que vocês acharam super sem graça, eu também. No entanto, todo sonho é sem graça, bobos com finais mais bobos ainda, isso quando você não acorda antes do final, que será bobo também. Não é pessimismo, gosto de chamar isso de realismo.
E foi assim que eu acordei de mais um.


Tati disse:
Dia 10/06/2010 às 18:39

Oi

Embora não tenha tido um final feliz… Eu gostei da realidade que desenhou aqui.
Estou começando a sonhar/me encantar – Não sei quanto tempo durará esse sonho, mas mesmo sabendo que posso acordar a qualquer hora… Entrego-me sem demora a todas essas ilusões… 'O Amor tem mesmo dessas coisas meu bem'

Grande Beijo