Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 16/12/2010

Sundress doação:3

Novembro

Sim, eu esperava ansiosamente pelas férias. Não aguentava mais aquele tanto de trabalho, correria, ensaio, cobrança. Esperava os finais de semana para ter um descanso, engano meu. Sábado tinha curso o dia todo, a noite um aniversário. No domingo ensaio, ou gravação do curta, e a noite, missa e estudar para a prova.

Estava ficando louca com tanta coisa, estressada e chata.

Dezembro

Enfim, chegou o mês tão esperado, e com ele as férias se aproximava. Os trabalhos foram diminuindo, e comecei a fazer planos: sair com as amigas, arrumar o guarda-roupa, ir ao cinema, dormir muito, ler os livros que comprei e bla bla bla.

16 de Dezembro

Primeiro dia de férias, que bom. Mas sei que quando chegar janeiro, vou me cansar das férias, porque já vou ter feito tudo o que tinha que fazer. Vou sentir saudade da faculdade e da galera, ai quando isso acontecer, vou desejar que volte as aulas logo. Que coisa né?, nunca estamos satisfeitos. Mas enquanto isso vou curtir para valer esse período.


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 08/12/2010

creditos: Sundress doação :3

Quando bebês, uma mamadeira quentinha e a fralda seca. Quando crianças, querem ser o super herói do momento e ter um carro de controle remoto. Na adolescência, querem ser enturmados, e ter um monte de gatinhas atrás deles.Aos 18 querem tirar a CNH, para tirar onda com os amigos, e com as ficantes.

Acredito que com o tempo eles amadurecem. Depois dos 30 , acho que eles querem ter um emprego estável, uma casa, um carro, e até uma família, por que não?

Contudo, sempre me pergunto o que querem eles, quando estão na faixa etária de 19-29. Já tentei descobrir, e me responder, mas sinceramente, já desisti. Parecem ser tão voláteis, ou sou eu que sou? pode ser também.

Uma hora querem ser sérios, agindo como adultos, outras horas agem como moleques. Afinal o que vocês querem?


Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 05/11/2010

Desde crianças, nós mulheres somos condicionadas a querer casar e consequentemente ser mãe. Nas revistas, televisão, cinema, e na vida real mesmo, sempre há aquela historia, onde as pessoas se apaixonaram, viveram tramas, se casaram e foram felizes para sempre.
Além disso quem não gosta de ir em casamentos? É lindo ver a felicidade dos noivos, os olhos brilhando, a emoção. Além disso, alguns tem uma trilha sonora de deixar qualquer um apaixonado.
Mas será que esse felizes para sempre existe ? É claro que não. São muitos problemas que surgem na vida de casado, é preciso muita maturidade, compreensão, caso contrário, na primeira briga alguém pode pedir o divórcio, algo muito comum nos dias de hoje.Mesmo na era do divorcio, acho que é válido as pessoas insistirem no casamento, desde que elas tenham entendimento, maturidade para viver o matrimonio. O divorcio só gera divorcio, e por isso o casamento hoje em dia, serve de exemplo para as pessoas que não acreditam que ele pode ser eterno.
Se eu me imagino casando? As vezes sim, as vezes não, pois quero um casamento para a vida toda, até que a morte nós separe. É preciso muito amor, carinho, saber lidar com as dificuldades, ser fiel.
” O que Deus uniu, o homem não separa” (Mc 10,9).

Páginas1234