Por Di Lua, sobre Cinema, Uncategorized
Dia 13/08/2014
Gordie, Vern, Teddy e Chris

 Sinopse:

Gordie Lachance (Richard Dreyfuss), um escritor, recorda quando tinha entre doze e treze anos no verão de 1959 e vivia em Castle Rock, Oregon, uma localidade com 1281 habitantes. Gordie tinha três amigos inseparáveis: Chris Chambers (River Phoenix), Teddy Duchamp (Corey Feldman) e Vern Tessio (Jerry O’Connell). Chris era o líder natural, Teddy era emocionalmente perturbado e, se Gordie era o intelectual do grupo, Vern era o mais infantil. Um dia Vern ouviu por acaso Billy Tessio (Casey Siemaszko) e Charlie Hogan (Gary Riley) comentando sobre o corpo de Ray Brower, garoto da idade deles que havia desaparecido. Cada um deu uma desculpa em casa e partiram para tentar encontrar o corpo. Nenhum deles imaginava que esta viagem se transformaria em uma jornada de auto descoberta que os marcaria para sempre.
 
 
 
Conta Comigo (Stand By Me) é um filme baseado na obra “The Body”, de Stephen King, e fala principalmente sobre amizade. Chris, Teddy, Vern e Gordie querem ser heróis diante dos amigos e da pequena cidade, e por isso partem em busca de aventuras. “Eles fumam escondidos, contam casos assustadores e descobrem que precisam ficar unidos e encontrar forças que nem imaginavam possuir”.
Ta aí um filme por qual eu sou apaixonada desde criança. Quando pequena o via como um filme sobre uma grande aventura que não levou a nada. E hoje o vejo como uma grande aventura e de várias descobertas principalmente relacionadas ao ser. É lindo e triste ao mesmo tempo.
 
 
Em todo e qualquer tipo de relacionamento sempre há algo que é determinante: a individualidade de cada um. Crescemos aprendendo que amigos são parecidos, gostam das mesmas coisas e serão para sempre, coisas que são desmitificadas com o tempo e nosso amadurecimento.  O filme mostra isso, amigos não são iguais, e nem sempre tem gostos parecidos, cada pessoa tem sua dificuldade, seus pontos positivos e negativos, e são essas características que determinam as amizades. Engraçado, a maioria dos filmes da década de 80 para adolescentes eram
focados principalmente nas relações e a busca da individualidade, um
exemplo é o “Clube dos Cinco“.
Um dia, os caminhos e as escolhas da vida rompem algumas amizades, infelizmente. Por isso é essencial aproveitar e apreender com o outro, tirar proveito e partilhar momentos e aventuras.  Foi isso que concluí ao som de Stand By Me – Ben E. King, música pela qual me apaixonei ainda criança assistindo Conta Comigo, e que já foi plano de fundo de vários momentos bons da minha vida …
 
 

E você, já assistiu Conta Comigo, o que achou? Ficou com vontade de assistir?


Por Di Lua, sobre Cinema, Uncategorized
Dia 20/03/2014

 



Sinopse:
No último semestre do curso do colégio, Ferris Bueller (Matthew Broderick) sente um incontrolável desejo de matar a aula e planeja um grande programa na cidade com sua namorada Sloane (Mia Sara), seu melhor amigo Cameron (Alan Ruck) e uma Ferrari. Só que para poder realizar seu desejo ele precisa escapar do diretor do colégio (Jeffrey Jones) e de sua irmã (Jennifer Grey).

O filme é incrível, aliás, quem nunca quis fugir em uma Ferrari ? Da trilha sonora nem se fala: “Twist And Shout”, “Bad”, “The Edge of Forever”, entre outras. E você sabia que o carro usado não é uma Ferrari de verdade? Pois é :(, na época seria muito caro alugar uma verdadeira, e por isso foram encomendadas três réplicas idênticas ao conversível italiano,  feitas de fibra de vidro.
E as tendências da moda no filme? estão bem atuais, vejam:

Curtindo a vida a doidado lary di lua (3)

Esportes: A tendência esportistas foi sucesso na década de 90 e voltou com tudo em 2013. Pode se jogar em t-shirts com números, de times de basquete ou beisebol. E aqui entra as ‘varsety jackets ” aquelas usadas por capitães de times de futebol americano, popularizadas em filmes Hollywoodianos.

Curtindo a vida a doidado lary di lua (1)

Franjas: Diferente do que muitos pensam, as franjas não fazem parte somente do estilo country, mas também do folk e boho chiq. No filme Sloane, que é bem estilosa, usa uma jaqueta branca com franjas.
Óculos de sol ‘sessentinha’: Vira e mexe os modelos wayfarer e o redondo voltam a ser tendência. Nos últimos dois anos foi o primeiro, atualmente é o óculos a lá Jonh Lennon que está bombando.
Curtindo a vida a doidado lary di lua (2)
Curtindo a vida a doidado lary di lua (4)

Por Di Lua, sobre Cinema, Moda, Uncategorized
Dia 04/03/2014
Sinopse:

Jane (Ashley Olsen) e Roxy (Mary-Kate Olsen) são duas irmãs gêmeas que não se dão bem e que precisam viajar juntas de Long Island a Nova York. Elas também têm personalidades e interesses diferentes na cidade: enquanto Jane é mais certinha, Roxy é rebelde e quer conhecer os músicos de uma banda para que eles possam ouvir sua fita demo. Porém o que era para ser uma simples viagem acaba se complicando quando elas passam a ser acusadas de terem sequestrado o cachorro de um importante político.
No Pique de Nova York é de 2004, mas os looks das gêmeas Olsen estão bem atuais: Blazers, camisetas de banda, conjuntinho. Meu estilo sempre fui meio inspirado nas gêmeas, principalmente no estilo mais descolado da Mary Kate. Hoje em dia elas são ícones fashion e donas da StyleMint.

Mary-Kate tem um estilo bastante despojado e que está super em alta atualmente: Camisetas de bandas ou com pegada rock, jeans detonado e com uma bolsa meio hippie, que é peça central do estilo Boho Chic, que pretendo falar em um outro post.

Já a Ashley Olsen faz o estilo mais patricinha e abusa de blazers e conjuntinhos.


Vocês se inspiram nas Olsen para se vestirem? E o filme, influenciaram vocês? Conte aqui:

Páginas123456