Por Di Lua, sobre Uncategorized
Dia 16/08/2012

Na quinta-feira fomos bem cedo para o La Bombonera, o
estádio oficial do Boca Juniors. Depois caminhamos até o Caminito, uma rua cultural do bairro La Boca que ficou famosa por ter inspirado o tango Caminito (1926), composta por Juan de Dios Filiberto. A rua estava
lotado de turistas (sendo muitos brasileiros srsrs). Tiramos várias fotos e entramos em
quase todas lojinhas. Na região do Caminito estava fazendo muito frio nesse
dia, e para piorar a situação quando estávamos indo embora  começou a chover, então voltamos para o
Hostel.  
Por causa da chuva desistimos de ir na Recoleta, adiando o
passeio para o dia seguinte. Passamos a tarde no Hostel
descansando. La pelas 17:00  a chuva já
tinha parado, e então resolvemos ir ao Puerto Madero. Foi lindo presenciar o
por do sol, com a Ponte da Mulher ao fundo. A ponte é obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, e recebeu esse nome por parecer a perna de uma mulher dançando Tango. Com o cair da noite, sentamos em um barzinho e apreciamos a vista comendo “patas fritas” e tomando gasosas e chopp. 


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 14/08/2012

Neste dia nosso destino foi Palermo, bairro onde fica a Universidade de Palermo e diversos parques.  Depois que saímos da Universidade fomos para o Parque  Botânico, e me senti em um grande
jardim Real, devido suas lindas estátuas, flores e árvores.

Eu queria muito conhecer o planetário Galileu Galilei, mas caminhamos, caminhamos e chegamos ao El Rosedal, outro parque lindo que tinha inspirações gregas.
Dos parques fomos para o Bairro do Once (que não é turístico),  pois tinha lido em alguns blogs que era o melhor lugar para compras, e é verdade. O único problema é que tem loja que só
vende atacado e algumas vezes não compensa comprar em grande quantidade por causa de uma única peça, a não ser que você associe com suas amigas ou família para comprar. De todo modo gostei da tarde que passamos no Once, as lojas de roupas, bijuterias, acessórios, bolsas e mais um monte de bugigangas que eu adoro.
A noite conhecemos o Shopping Galerias Pacífico, que é lindo, lindo , lindo. Tem uma fonte de água  no centro e sua cúpula é toda pintada. Para finalizar a noite tomamos uma Americana na Freddo, uma  famosa sorveteria argentina.

Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 13/08/2012
Chegamos em Buenos Aires na noite do dia 30,  e paramos perto do Obelisco, que foi construído em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade em 1936. O monumento estava lá todo iluminado e apaixonante. E essa foi minha primeira impressão de Buenos Aires.

 

Na manhã seguinte saímos do Hostel e fomos direto para a Calle Florida,  o paraíso da compras para quem gosta de gastar como eu rsrsrsr. Durante o dia a temperatura não ultrapassava os 14ºC, mas com as rajadas de vento, a sensação térmica era bem mais baixa, ótima oportunidade para tomar um Chocolate caliente na Starbucks.
Calle Florida
Da Calle Florida fomos para a casa Rosada, sede da Presidência da República Argentina, que fica na praça 15 de Mayo, e é cheia de turistas sempre. De lá seguimos para o Obelisco, para admira-lo mais uma vez e aproveitamos para almoçar uma legítima pizza argentina assada no forno a lenha em um restaurante na Avenue 9 de Julio.

 

Depois do almoço fomos visitar a estátua da Mafalda, a menininha irônica das tirinhas, criada por Quino (Joaquín Lavado). A Mafalda está localizada no bairro San Telmo, na esquina de Chile e Defensa.
No meu mapa, San Telmo estava bem próximo do meu Hostel, e eu e minhas amigas arriscamos a ir caminhando. Quando fui pedir informações ( e detalhe eu não falo espanhol, mas aprendi o portunhol rapidinho , srsrsr) descobri que estávamos um tanto longe, então pegamos um taxi que nos deixou bem em frente a chica Mafalda. Voltamos a pé, e eu me sentia em um filme inglês,  por causa da arquitetura da cidade e dos looks de inverno.

A noite caminhamos pela Broadway, famosa por seus bares, restaurantes e teatros.


Páginas«1 ...1112131415161718»