Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 16/07/2015
Rio Água Fria | Ipê RoxoRio Água Fria | Ipê Roxo

Depois de quase dois anos sem férias do trabalho, eis que tirei 15 dias de férias pois também sou filha de Deus rsrs. Queria ter ido para Nova York, como no ano passado, que também quis e não fui rsrs. Pois bem, parei de gracinha rsrs. Nos anos anteriores, mesmo não estando de férias, fui para praia, mas neste acabei indo para fazenda ( em Goiás e no Tocantins).

No primeiro final de semana de julho, fui para a chácara da minha mãe, que fica em Vianópolis, interior de Goiás. Como de costume, realizamos uma Festa “Julina”. A festa, que é mais uma forma de reunir a família, têm comidas típicas, decoração caprichada, pescaria, quadrilha improvisada e muito forró.

festa julina lary di lua (2)

Este ano, os artigos decorativos foi quase todo comprado pronto, mas ainda assim fizemos bandeirolas de TNT e flores de seda. A grande atração da festa é a pescaria, brincadeira aguardada não só pelas crianças, mas também pelos adultos. Sempre tentamos comprar lembrancinhas que agradem todas as faixas etárias, e por isso todo mundo entra na festa. Além disso, pescar o peixinho de plástico muitas vezes é mais difícil que pescar um real, o que deixa a brincadeira mais disputada.

festa julina lary di lua (1)

O cardápio, que não foi tão tradicional, contou com pipoca, pé de moleque, paçoquinha, feijão tropeiro e churrasco. Ah, também teve quadrilha improvisada.

Ema | Tucano | Jaó

Já no último final de semana, fui com o namorado para a fazenda da família dele, que fica em Araguaçu-TO. Ajudamos nos afazeres, caminhamos, vimos muitos animais (silvestres e da fazenda) e comemos muito (rsrs).

Em nossas caminhadas, vimos espécies características do cerrado e do Tocantins, como macaco-prego, ema, seriema (pássaro muito comum na região que fica a chácara da minha mãe), jaó (pássaro com formato de corpo semelhante a galinhas e com pio longo) e Arara-canindé (a qual não conseguimos fotografar 🙁 ).

Porquinhos que tinham acabado de nascer | Gado Nelore

Minha dieta que eu já deveria ter começado foi por água abaixo: pão de queijo, queijo de trança, mané-pelado, doce de leite, lombinho, biscoito frito, moça branca, foi só algumas das delicias que saboreei por lá.

Como estão sendo as férias de vocês? Comente aqui:

*Fotos: Fernando Monteiro e Laryssa Machado

Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 10/03/2015
No dia em que fui ao Outlet Premium Brasília, paramos para lanchar na Route 60, que é um espaço com lanchonete, restaurante e loja. Localizada na GO 060, em Abadiânia/GO, o local é ponto de encontro de motoqueiros que partem em busca de aventura.
O Route 60 foi totalmente inspirado na famosa estrada do sonho americano, a Route 66. Bom atendimento, lanches deliciosos e um ambiente muito bem decorado. Senti como se estive em algum restaurante da Route 66, lá pelas bandas do Arizona (rsrs).
Salgado com recheio de carne de sol / Foto tirada por Fernando Monteiro
Mural com adesivos dos motoclubes que já passaram por lá
Entrei em contato com a Route 60 para saber mais sobre o local, mas eles não me responderam L.

 


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 25/02/2015
Jardim na entrada da cidade
No último final de semana fui para Caldas Novas/GO (conheça mais sobre a cidade neste post aqui) com o namorado. Passamos mais tempo no hotel em que ficamos hospedados, o Golden Dolphin Express, mas demos uma volta pelo centro da cidade no sábado a noite, e no domingo fomos até o Lago Corumbá.
Foto Reprodução do blog Cia dos Boteco, pois a pessoa aqui não tirou nenhuma fotinha 🙁
Chegamos na tarde de sexta em Caldas, e aproveitamos para saborear um Empadão Goiano da Tânia, indicado pelo Guia Quatro Rodas por dez anos consecutivos. Como não como pequi (nem todo goiano gosta desta iguaria rsrs), um dos ingredientes principais do empadão goiano, e o empadão paulista (que leva frango, palmito e mussarela) estava em falta, pedimos um empadão carioca (camarão e requeijão), que estava uma delicia. O Empadão é assado na tigela de barro e serve duas pessoas. O Empadão Goiano da Tânia está localizado na Rua Antônio Coelho de Godoy, 58 – Centro de Caldas Novas.

 

Parte do parque aquático do Golden Dolphin Express
Foi a primeira vez que fiquei no Golden Dolphin Express e gostei bastante da estrutura do hotel. Compramos um pacote com duas diárias, café da manhã e meia-pensão pelo Hotel Urbano. O Hotel é o segundo empreendimento da empresa na cidade e fica ao lado do Golden Dolphin Grande Hotel, ambos tem um ótimo parque aquático, com diversão para toda a família.
O centro da cidade é bem badalado, na praça central tem um parque de diversão que vive cheio de gente, uma feirinha de artesanatos e de culinária. Indicaram-nos um famoso restaurante da cidade, mas que já tinha encerrado o expediente quando o encontramos. Decidimos então saborear um crepe recheado (gigante e delicioso) na feira.
No domingo curtimos piscina com água quente até as 10:30h e depois fomos conhecer o Lago Corumbá II, formado pelo represamento do Rio Corumbá para a geração de energia elétrica. Mas para a nossa surpresa, o lago,que é conhecido por sua beleza e ponto de encontro dos praticantes de esportes náuticos, estava bem diferente do que costumávamos ver pela televisão e internet, resultado da crise d’água que o mundo todo já está vivenciando.

 E vocês, já conhecem Caldas Novas ? ficaram com vontade de conhecer ? Comente aqui.


Páginas123456789... 17»