Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 02/06/2016

Lagoa Santa GO lary di lua (3)

No último feriado viajei com minha família para Lagoa Santa, município do sul goiano, que possui como principal atrativo uma lagoa natural com águas termais, cuja temperatura varia de 29º à 33°C. Há muito tempo eu e minha mãe queríamos conhecer o local, que é um dos principais pontos turísticos do meu estado.

Lagoa Santa GO lary di lua (1)

A lagoa é realmente muito linda, mas achei que a água seria mais quente rsrs. O frio ainda não chegou totalmente em Goiás, mas no sul do estado o clima é sempre bem mais ameno que em Goiânia, então a água estava em uma temperatura agradável. O que chama atenção na lagoa é o conjunto: lago, vegetação, passarela de madeira, peixes, água cristalina, e a variedade de pássaros que sempre passam por lá. A água da lagoa é muito clara, e por isso é possível ver a grande quantidade de peixes, os corais e as plantas aquáticas. Os turistas adoram tirar fotos embaixo d’água (eu não tirei a minha, pois estava de lente 🙁 e se tirasse a lente não ia enxergar nada rsrs), e os peixinhos gostam de beliscar nossos pés.

Lagoa Santa GO lary di lua (4)

A Lagoa Santa fica no centro da cidade, que também conta com um lago e fica a margem do rio Aporé, bem na divisa de Goiás com Mato Grosso do Sul. A lagoa está localizada nas propriedades do Hotel Thermas Lagoa Santa, e por isso, que se hospeda nele tem acesso livre à lagoa. Contudo, há varias opções de estadia na cidade, como hotéis e pousadas, com preços baixos e bem atrativos. Para entrar na lagoa, o preço varia de acordo com o dia da semana: de segunda – quinta, o ingresso custa R$10, aos finais de semana custa R$30 e nos feriados prolongados custa R$40. Idosos e estudantes (portando carteirinha com selo da UNE) pagam meia.

Lagoa Santa GO lary di lua (5)

Hospedagem

Nos hospedamos no Hotel Mori, que fica a uns 50 metros da entrada da Lagoa, ou seja, bem pertinho. Na diária, R$85 por pessoa, estava incluso café da manhã e almoço. O Hotel é simples, mas aconchegante, e todos os quartos contam com frigobar, ar condicionado, banheiro privativo, TV e Wifi. Achamos a diária muito em conta, visto que era feriado e ainda estava incluso o almoço, ou seja, um gasto a menos.

Outra opção é ficar hospedado no Hotel Thermas Lagoa Santa para ter acesso livre na Lagoa ou no Akira Hotel, que tem acesso livre a dois clubes, o Pirizal Thermas Club, que fica em São João do Apóre-MS (pertinho da Lagoa Santa e dá para ir a pé) e no Balneário Kin Gin.

Lagoa Santa GO lary di lua (2)

História

A história da Lagoa Santa tem sua origem entre 1880 e 1890, quando desbravadores adentraram a região em busca de terras férteis. Segundo a historia, o fazendeiro mineiro Vergílio Ferraz saiu para caçar juntamente com dois homens da região e encontraram uma lagoa de águas quentes, límpidas e com grande variedade de peixes. Ao se banharem na lagoa, sentiram melhoras em seus corpos e descobriram o poder medicinal das águas, daí surgiu o nome do local: Lagoa Santa. Os descendentes de Vergílio acabaram construindo uma simples pensão para receber os visitantes de todo o país, que se acomodavam de 20 a 30 dias em busca das propriedades curativas da lagoa. Em 1998 Lagoa Santa, que era um distrito de Itajá (GO), foi desmembrada e se tornou um município.

Lagoa Santa GO lary di lua (6)

Rio Aporé


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 11/11/2015

o que fazer em Pirenópolis lary di lua (6)

Você gostou muito do post “Look da Lary: Portas de Pirenópolis” e ficou com vontade de conhecer a cidade ? Então continue lendo esse post e saiba o que fazer em Pirenópolis.

o que fazer em Pirenópolis lary di lua (5)

Andar pelas ruas da época colonial

Pirenópolis foi tombada como Patrimônio Histórico pelo IPHAN em 1989, devido a preservação de sua arquitetura e tradições. Andar pelo Centro Histórico da cidade é como viver na época colonial, observando os casarões e igrejas do século XVIII. Nessas andanças você vai acabar chegando na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário (A imagem de Nossa Senhora do Rosário chegou em Pirenópolis em 1727, e se tornou a padroeira da cidade), Igreja de Nosso Senhor do Bonfim e Igreja de Nossa Senhora do Carmo, e mesmo que você não seja católico, vai querer fotografá-las devido a sua arquitetura barroca. Vale a pena visitar também o Teatro de Pirenópolis, que mistura o colonial e o neoclássico, e o Cine Teatro Pireneus, em estilo art-déco.

o que fazer em Pirenópolis lary di lua (1)Igreja Nossa Senhora do Rosário
o que fazer em Pirenópolis lary di lua (4)Ponte sobre o Rio das Almas

Visitar Museus e teatro

Museu de Arte Sacra – O museu é integrado a Igreja Nossa Senhora do Carmo e foi fundado há mais de 250 anos. Lá você encontra diversos elementos artísticos como imagens santas, quadros e sinos. A imagem de Nossa Senhora do Rosários dos Pretos, do século XVIII e esculpida pelo artista barroco goiano Veiga Valle, é o item mais valioso do acervo.  O Museu está localizado no Bairro do Carmo e pode ser visitado de quarta a domingo, das 11 às 17h.

Museu do Divino – O museu está instalado no antigo prédio da Casa de Câmara e Cadeia  e fornece várias informações sobre a festa do Divino, uma das mais importantes da região. O turista tem acesso a fotografias, peças, roupas, imagens e muito mais. O Museu do Divino está localizado na Av. Beira Rio, no Centro Histórico de Pirenópolis. As visitas também acontecem de quarta a domingo, das 11 às 17h.

Teatro Sebastião Pompeu de Pina – O segundo teatro construído em Pirenópolis é datado do final do século XIX e início do século XX. O teatro está localizado no Largo da Matriz, no Centro Histórico da cidade.

o que fazer em Pirenópolis lary di lua (7)

Fazer trilhas e tomar Banho de Cachoeira

Com cerca de nove cachoeiras espalhadas pelo município, Pirenópolis é uma cidade para todos os gostos e estilos físicos (rsrs). Se você for mais sedentário, pode visitar a Cachoeira da Meia Lua, que não exige muito prepara físico. Agora, se você tem bom preparo físico você pode ir a Fazenda Bonsucesso, a 5km da cidade, e fazer a trilha que passa pelo trecho da Estrada Real (da época do Brasil Colônia e era usada para escoar o ouro produzido no município) e  leva a um conjunto de seis cachoeiras do ribeirão Soberbo, um dos afluentes do rio das Almas (rio que corta a cidade), denominadas de Açude, Landi, Palmito, Pedreira, Bonsucesso (com queda de 12 metros) e a Lagoa Azul.

Você ainda pode visitar a Cachoeira Nossa Senhora do Rosário, Cachoeira da Meia Lua, Cachoeira do Abade, Cachoeiras das Araras, Cachoeira da Usina Velha, Cachoeiras do Bonsucesso, Cachoeiras dos Dragões, Cachoeira do Lázaro, e a Cachoeira Santa Maria.

Se você gosta de água fria (muito fria mesmo), Pirenópolis é seu lugar.

o que fazer em Pirenópolis lary di lua (8)Lagoa Azul
o que fazer em Pirenópolis lary di lua (9)Bonsucesso

Por Di Lua, sobre Diário de Viagem, Moda
Dia 31/07/2015

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (14)

Boa noite!

No dia 19 de julho fui ao Outlet Premium Brasília, a convite da Comunicação Interativa, para gravar um vídeo mostrando o lugar, as marcas, peças e looks. Como são mais de 100 marcas nacionais e internacionais, entre os segmentos de moda, ótica, perfumes e alimentação, não dava para eu entrar em todas em apenas um dia, por isso escolhi algumas mais básicas e outras mais sofisticadas para mostrar pra vocês.

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (26)

Para chegar ao Outlet Premium Brasília, embarcamos (eu, minha assessora da Diff Comunicação, a Ana Paula e a Isabela Dias da Interativa Comunicação) às 10h no transporte exclusivo que o Outlet oferece aos seus clientes de Goiânia e de Brasília*. O trajeto de Goiânia ao Outlet tem cerca de 1h30m.

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (13)

Ao chegarmos lá, fomos direto para o Jerivá, que é uma rede de restaurantes caseiros. Em Goiás já são cinco unidades, duas na BR-060 – antes e depois de Abadiânia (as quais em sempre visito quando estou indo ou voltando de viagem); no Flamboyant, no Outlet Premium e no Passeio das Águas. Eu super recomendo a empadinha e o americano Romeu e Julieta ( salgado recheado com queijo e goiabada e que é de dar água na boca rsrs).

“Da nossa fazenda, pra sua mesa.Aqui, se você desligar o celular, até acha que tá na roça!”

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (16)

Bem alimentadas, começamos a saga: visitei as lojas escolhidas ( Animale, Calvin Klein, Cavalera, Hering, Khelf, Levi’s, Schutz e TNG) e fiz vídeos mostrando o interior das lojas, as peças, e montei looks. O Outlet está bem cheio e então foi bem complicado gravar, mas foi uma experiência incrível.

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (19)

O resultado do nosso domingo: mais de 8GB de material, e por isso resolvi dividir o vídeo em três partes. A primeira você confere aqui:

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (21)

Obrigada Outlet Premium Brasília, Interativa Comunicação e Jerivá que me apoiaram e me receberam muito bem.

*Em Goiânia, o embarque acontece na Praça Cívica e na Praça da Bíblia, todo domingo, às 10h, com retorno às 18h. Em Brasília, o embarque acontece no Bolsão do Teatro Nacional, no estacionamento da Funart, e no Autoposto Nenen’s aos sábados e domingos, com saída também às 10h, e retorno às 18h. O valor do transporte custa R$ 35,00 ida e volta de Goiânia e R$ 30,00 ida e volta de Brasília (mais informações no site do Outlet Premium Brasília).

Outlet Premium Brasília Lary di Lua (23)


Páginas1234