Dia 18/04/2019

Sou apaixonada em Outlander, a série sobre uma viajante do tempo, Claire Fraser, que vive diversos momentos importantes da história na Escócia. A trama é baseada na série de livros de Diana Gabaldon, cuja primeira edição foi publicada em 1991 (ano que eu nasci) nos EUA.

Claire (Caitriona Balfe) é uma enfermeira que viaja com o marido Frank (Tobias Menzies) para a Escócia após o término da Segunda Guerra Mundial. Durante um passeio próximo de Craigh na Dun, Claire acaba sendo transportada para a Escócia de 1743, onde conhece Jamie Fraser, por quem acaba se apaixonando.

Mas não pense que a série trata só do romance de Claire e Jamie e as consequências disso, pois ela vai muito além. Nos primeiros episódios conhecemos a cultura escocesa, sobre a formação dos clãs, e o levante jacobita, a batalha de Culloden, e diversos momentos importantes da história mundial, e, ao longo da série, vemos também a história da imigração escocesa nos Estados Unidos. A participação da mulher na sociedade também é um tema muito abordado na série, uma vez que Claire é uma enfermeira, que mais tarde se torna médica, e volta para o século XVIII, período em que a mulher que entendia de cuidados médicos, plantas medicinais, ou ler, era considerada bruxa.

Além de ser uma série maravilhosa, Outlander me fez ter uma vontade enorme de conhecer a Escócia, e por isso, vez ou outra me pego pesquisando lugares em que a série se passa e que eu poderia conhecer em uma viagem para lá.

Lugares na Escócia onde foi filmado Outlander.

Inverness – Falkland

Claire e Randal viajam para Inverness, atual capital da região de Highland. Apesar de realmente existir e fica a 260km de Edimburgo, as cenas no local foram gravadas na praça principal de Falkland, no condado de Fife. Inclusive o hotel mostrado no primeiro capítulo da série pode ser reservado aqui.

Craigh na Dun – Rannoch Moor

Rannoch Moor

As cenas de Craigh na Dun, a região onde fica o círculo de pedra onde Claire se teletransporta no tempo , foram gravadas em Rannoch Moor, em Perthshire, e as pedras feitas em isopor. Apesar disso, existem diversos círculos de pedras na Escócia, principalmente por ali ser berço da cultura celta. Um destes locais é Clava Cairns, próximo ao local onde aconteceu a batalha de Culloden.

Clava Cairns

Castelo de Leoch – Doune Castle

As cenas na residência de Colum Mackenzie e seu clã, o Castelo de Leoch foram gravadas no Doune Castle, um castelo medieval construído no final do século XIV perto de Stirling. O local também serviu de locação na primeira temporada de Game of Thrones.

Lallybroch – Midhope House

As cenas de Lallybroch, o lar dos Fraser’s, foram filmados em Midhope House, um castelo construído no século XVI. As visitas internas são proibidas devido ao péssimo estado de conservação do local, mas você pode visitar a parte externa do local, em determinadas épocas do ano. Confira as datas atualizadas neste site aqui.

Culloden

Como todos os fãs de Outlander já sabem, a Batalha de Culloden realmente existiu. Foi uma batalha entre as tropas do governo britânico e dos rebeldes jacobitas, escoceses das Terras Altas, que teve seu desfecho no pântano de Culloden, perto de Inverness, no dia 16 de abril de 1746. Não sei ao certo se as cenas da série foram realmente gravadas onde aconteceu a batalha, mas no local há lápides em homenagens à vários clãs da Escócia, inclusive do Clã MacKenzie e do Clã Fraser, famílias reais que aparecem na série.

*Post com informação do Contando as Horas e do Turistando.In

**Imagens Reprodução


Por Di Lua, sobre Entretenimento
Dia 06/03/2019

Vocês que me acompanham a mais tempo aqui sabe que sou apaixonada pelo Pinterest e passo horas me inspirando e salvando fotos que gosto ou que eu possa me inspirar na hora de vestir, decorar um ambiente ou fazer uma coisa nova. E foi em um desses passeios que me deparei com fotos no estilo Flat Lay.

Flat lay: Pinterest

O flat lay é uma técnica fotográfica que consiste em fotografar objetos, comidas e até pessoas de cima. Ele surgiu como uma tendência de design em 1987, através do método de organização criado por Andrew Kromelow, o “knolling”. Andrew pegou objetos aleatórios e os organizou em uma superfície plana. O método de organização foi mais tarde utilizado pelo artista Tom Sachs, que produziu fotografias dessas superfícies.

Este tipo de fotografia tem ganhando muito espaço no Instagram e há diversos perfis focados em Flat Lays na rede. Como amo esse tipo de técnica, vez ou outra acabo produzindo algumas e posto no meu ig, o @larydilua.

Veja:

Gostou e quer produzir flat lays também? minhas dicas são:
Se inspire: passe horas no Pinterest procurando por este tipo de fotografia, pesquise por nicho (moda, viagens, papelaria);

Comece a produzir com coisas que você já tem em casa: posicione maquiagem, objetos decorativos e seus itens de papelaria sobre uma mesa e comece a fotografar;

Teste diferentes enquadramentos: não é necessário que todos os objetos apareçam inteiros na fotografia, por isso veja o que fica melhor enquadrado;

Use diferentes texturas: pode ser um tapete, um jogo americano, cartolina colorida, enfim, use a criatividade.


Por Di Lua, sobre Entretenimento
Dia 14/12/2018

O ano novo já está quase aí e quem, assim como eu, é fissurada em planejamento já deve ter pesquisado por agendas, bujos e planner para organizar ainda mais a vida em 2019. Neste ano comprei um fichário A5 e folhas perfuradas para fazer uma espécie de bujo, mas acabei não levando muito a sério e achei chato ter que lidar com tira folha, coloca folhas hahaha. Por isso considerei comprar um planner para o próximo ano, mas o preço me desanima e muito. Outra opção é baixar um planner 2019 desenvolvido por blogueiras e/ou designer e imprimir em uma gráfica. Veja os modelos abaixo:

Planner 2019 para baixar

Planner 2019 Polaris – da Chai do Namorada Criativa 

Planner 2019 Horizontal – da Chai do Namorada Criativa

 

Planner 2019 – Virou Tendência

Planner Unicórnio 2019  – Fazendo a Festa

*Importante: é preciso ler as recomendações do planner escolhido nos respectivos blogs, pois cada um é feito de um jeito. Então preste atenção na indicação de qual papel usar, qual tamanho imprimir. Todos estes listados acima tem a opção de baixar uma versão (compacta) gratuita.

O que vou usar para organizar meu ano:

Eu baixei todo o planner Horizontal da Chai, pois gostei muito. Entretanto, enviei para uma gráfica para fazer a cotação e ele saí por aproximadamente R$100, o que me fez desistir dele rsrs. Você pode imprimir na sua casa, mas acho muito mais trabalhoso (pois tem a questão da impressão frente e verso e de encadernar). Assim, comprei uma agenda permanente (que não tem o ano determinado) e usei as primeiras páginas para fazer um planejamento financeiro, de filmes, livros, viagens e rotina fitness, e depois usarei as páginas seguintes como planner diário mesmo.

Seguindo o exemplo do que fiz, uma outra opção é comprar um caderno em espiral com uma capa bem bonita e aí usar as folhas internas para fazer seu planner de acordo com sua preferência: página para wishilist, planejamento financeiro, planejamento de viagens e outros, o que na minha opinião já vira um Bujo hahaha.

Gostaram deste post? como vocês gostam de organizar o ano? já compraram suas agendas?

 


Por Di Lua, sobre Entretenimento
Dia 06/12/2018

resoluções de ano novo lary di lua

Todo final de ano é sempre a mesma coisa, a gente se pega fazendo as resoluções para o próximo ano. Tem quem faça apenas mentalmente, tem quem faça listinhas que acabam se perdendo, tem quem faça listas e as pendure no espelho do guarda-roupa para sempre dar de cara com elas, tem quem faça mas só volta a encontra-la no final do ano e tem quem publique em seu blog e vez ou outra passa o olho por ela, que é o meu caso hahaha. De toda forma já virou tradição fazer minha listinha e colocar aqui no blog, mas este ano vou fazer diferente, vou pontuar como me programarei para realizar minhas resoluções de fato:

resoluções de ano novo lary di lua

Realizar ao menos duas viagens no ano

Eu amo viajar e sempre que possível coloco o pé na estrada. Não que eu tenha muito dinheiro, mas sempre tenho economias na minha poupança e, além disso, considero qualquer viagem: seja perto da minha cidade, seja para acampar, seja excursão, enfim, o importante é conhecer um lugar novo ou sair da rotina. Tenho duas viagens em mente para o ano que vem, mas isso vai depender mundo se eu conseguirei poupar para realizá-las. E aí a minha dica para fazer isso é sempre separar uma quantidade x do salário e colocá-la na poupança, planejar, fazer o orçamento de cada viagem, pois programação é essencial para viajar mais vezes no ano.

resoluções de ano novo lary di lua

Olha aí os lugares que quero conhecer em 2019 <3

Continuar  fazendo exercícios físicos

Voltei para a academia em junho deste ano, após voltar com uns quilos a mais da viagem para os EUA. Me matriculei na musculação e desde então tenho ido quase todos os dias. O meu plano termina neste mês de dezembro e já pensei em desistir para caminhar na pista perto de casa, mas sei que corro o risco de abandonar a atividade como fiz outras vezes. Por isso estou pensando seriamente já assinar um plano de seis meses na academia para não correr o risco de parar de ir. Acho muito cansativo ir na academia todos os dias, mas sei que isso tem feito bem para o meu corpo, saúde e auto-estima.

Alimentação natural e orgânica

Recentemente descobri uma colite crônica no intestino e por isso estou passando por um tratamento médico que consiste em: alimentação basicamente natural (nada de industrializados, carne vermelha e leite) e remédios para desinflamar o órgão. No inicio fiquei bem triste ao saber que não poderia comer as coisas que eu gosto por 90 dias, entretanto é melhor esperar esse tempo do que nunca mais poder comer, como eu achei que aconteceria. Essa semana me aventurei na cozinha e fiz leite vegetal de amendoim e cookies de okara (o resíduo que sobrou ao fazer o leite), e já comprei ingredientes para fazer leite de coco, ricota vegetal e outros. Cozinhar é um processo demorado e que necessita de tempo e paciência, mas poder comer algo que você fez e que não é tão agressivo para o seu corpo e sua saúde é gratificante.

resoluções de ano novo lary di lua

Ler pelo menos um livro por mês

Ultimamente eu tenho lido tão pouco. A falta de tempo, a internet, os vários cursos onlines contribuem para que eu não leia tanto como eu fazia antigamente e isso me deixa cada vez mais ressentida. No próximo ano quero ler ao menos um livro por mês e para cumprir essa meta, irei fazer uma lista com os livros que eu jé tenho em casa e nunca li e os títulos que sempre quis ler ou foi indicado por alguém.

Encarar novos desafios

Este ano eu realizei meu sonho de conhecer a Califórnia. Fui sozinha mesmo sem ser fluente em inglês. Para muitos a viagem pode ter parecido loucura e para outros nada demais, mas para mim foi a prova de que eu posso fazer qualquer coisa neste mundo desde que eu encare meus medos. No próximo ano quero sair da minha zona de conforto em vários sentidos e encarar coisas que tenho adiado há tempos.

Ser mais grata

Todo ano coloco isso na minha lista, mas no próximo ano quero fazer diferente. Pensei em espalhar bilhetinhos em lugares que sempre mexo dizendo pelo quê devo ser sempre grata: pela vida, pela comida, pelo emprego, por quem eu sou, por ter uma casa, uma cama, amigos, família, por poder viajar, por poder trocar o dia no serviço quando preciso, por poder comprar algo que gosto, por poder ajudar os outros, enfim, coisas que fazem parte do nosso dia a dia, mas que sempre esquecemos que temos que agradecer.

E você, já fez suas resoluções para 2019?


Páginas12345... 23»