Por Di Lua, sobre Lugares
Dia 10/09/2015

Tieqa Serga lary di lua  (2)

Localizada em Gozo, a segunda maior ilha do arquipélago de Malta, na Europa, a Tieqa Serga, também conhecida como Janela Azure, é um arco de calcário que avança 50 metros para fora do mar Mediterrâneo e é rodeada por águas com tons que vai do verde ao azul. O lugar é belíssimo e, além de atrair turistas de todo canto do mundo, já foi cenário para filmes como Fúria de Titãs (1981) e para a série Game of Thrones (2011).

Tieqa Serga lary di lua  (1)Cenas de Fúria de Titãs e Game of Thrones

Tieqa Serga lary di lua  (2)

Tieqa Serga surgiu do desmoronamento de uma caverna de calcário, conhecida como Globigerina, a segunda rocha mais antiga encontrada nas ilhas de Malta e que cobre quase 70% de sua área. Por causa da maré a erosão continua a esculpir a paisagem, e é bem possível que a formação desapareça em alguns anos.

Tieqa Serga lary di lua  (3)

Tieqa Serga lary di lua  (5)

*Fotos Reprodução: Internet

Também ficaram doidos para conhecer?me conte:


Por Di Lua, sobre Lugares
Dia 02/09/2015

Hallerbos lary di lua (1)

Boa Tarde!
Quem já acompanha o Di Lua há algum tempo deve ter lido aqui algum post interessante sobre algum lugar curioso, que era uma tag especial do blog e que vou voltar a fazer. E por isso, o post de hoje é sobre a Hallerbos.

A Hallerbos, ou Floresta de Halle, é um lugar místico que reúne diversas flores, animais e árvores em 1300 hectares, localizado a 30 minutos do sul de Bruxelas, na Bélgica. A quantidade de jacintos azuis que cobrem o chão, chamados de “bluebells”, ajudam a dar o toque místico de conto de fadas ao lugar.

Hallerbos lary di lua (2)

No inicio do mês de abril, período entre a primavera e inicio do verão, turistas e fotógrafos do  mundo todo começam a chegar na Hallerbos para ver as flores que começam a desabrochar. O clima de mistério se intensifica ainda mais quando a neblina cai por entre as árvores.

Hallerbos lary di lua (3)

A área se encontra livre de destruição há 300 ou 400 anos, mas nem sempre foi assim. De acordo com a primeira referência à Hallerbos, em 686, Santa Waltrudis transmitiu o domínio da floresta para o Mosteiro de Santa Waltrudis, na cidade de Bergen, na Bélgica. A floresta também passou por altos e baixos durante a Primeira Guerra Mundial, e só em 1929, depois de ter sido confiscada pelo governo belga, é que a Hallerbos passou a pertencer à Bélgica. Durante os anos de 1930 – 1950 a área foi toda reflorestada e recuperou seu visual místico e encantador.

Hallerbos lary di lua (4)

A Hallerbos, que é administrada pela Agency for Nature and Forest Management, ainda abriga um parque com trilhas, mapas, bancos e um museu. Ficou com vontade de conhecer este lugar lindo e incrível? Acesso o site oficial da Hallerbos para saber todos os detalhes do local e da visita.

Hallerbos lary di lua (5)

* Eu fiquei completamente apaixonada pela Floresta Hallerbos e já estou listando-a no meu roteiro para quando eu for na Bélgica com minha amiga ( Está lendo isso né Thaizy??? Rsrs).

Hallerbos lary di lua (6)

E aí, o que acharam? Gostaram do post e do retorno da Tag?


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem, Lugares
Dia 16/09/2014
Esses dias andei pesquisando na internet lugares curiosos pelo mundo, mas fiquei na dúvida se postar ou não, uma vez que não estive neles, então deixei a pesquisa de lado. No sábado vendo umas fotos de minha viagem para a Argentina lembrei do Cemitério da Recoleta e quão curioso é o lugar, até porquê não é lugar muito comum para se visitar a passeio

 

Fundado em 1822, o Cemitério da Recoleta, localizado no bairro de mesmo nome, é um dos cemitérios mais celebres do mundo. Diversas personalidades e ex-presidentes da Argentina estão enterrados nele, que foi o primeiro do país, como : Eva Perón (ex-primeira-dama da AR, atriz e cantora), Miguel Juárez Celman, Bartolomé Mitre ( ambos ex- presidentes da AR). Tal característica juntamente com a sofisticada construção e dos belos jardins tornaram o Cemitério da Recoleta o mais famoso do país.
O mausóleo onde esta Evita Peron recebe flores quase que diariamente
Atualmente ele é considerado um museu a céu aberto, mas ainda há enterros nele, como descobrimos naquele dia. O Cemitério recebe turistas de todas as partes do mundo diariamente. É um passeio bem diferente, principalmente para quem não gosta de ir em cemitério. Entretanto, não deixa de ser interessante. É incrível observar a arquitetura dos jazigos, cada um com seu estilo peculiar.

O Cemitério é tão grande que na entrada são vendidos mapas com as localizações dos corredores e dos túmulos, e é muito fácil se perder lá dentro, experiência própria.

 

* Ao pesquisar dados para este post encontrei no blog Aires Buenos um post um tanto interesse e que vale muito a pena ler: 5 histórias surreais do Cemitério da Recoleta.
*Todas as fotos deste post são de minha autoria, podem usá-las desde que os créditos sejam dados.

Por Di Lua, sobre Lugares
Dia 27/06/2014
 

Imagina uma caverna, agora imagina uma caverna de gelo em que ocorre uma Aurora Boreal dentro dela? Imaginou? Pois bem, no extremo leste da Rússia, na Península de Kamchatka um longo túnel, de quase 1km, foi formado por rajadas de lavas expelidas pelo Mutnovsky, vulcão ativo localizado na região. O calor do magma criou uma passagem pelas montanhas de gelo, que formaram o túnel cristalino e rendeu o aspecto lindíssimo e surreal. No túnel corre água quente de uma nascente próxima. Não, não ocorre Aurora Boreal lá dentro, mas foi o quê me veio a cabeça ao ver as imagens.

A Península de Kamchatka é uma região de beleza natural exuberante,  com seus grandes vulcões , lagos, rios selvagens, entre
outros.  Como ela só começou a ser explorada na década de 90, devido a
entrada de estrangeiros, parte de sua flora e fauna ainda permanecem
intocadas.
Nos últimos anos, as geleiras começaram a derreter deixando o teto da caverna mais fino. Com isso, a luz do sol atravessa sobre ele, iluminando a caverna por dentro.


Páginas123