Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 29/08/2019

O Yoga (do sânscrito yuj, que significa unir ou integrar) é uma filosofia prática, existente há mais de dois mil anos. Seus ensinamentos tem como objetivo harmonizar o corpo e a mente, através de técnicas de respiração (pranayamas), posturas de yoga (ásanas) e meditação. Ou seja, antes de tudo, Yoga é uma maneira de praticar um diálogo entre corpo e mente.

Por que comecei a fazer yoga?

Eu estou praticando yoga desde junho e estou amando. Inicialmente eu procurei a atividade como forma de aliviar o estresse e a ansiedade, que são bem prejudiciais para colite (doença que descobri no ano passado, mas que será assunto de um outro post), mas com o tempo a prática tem melhorado outros aspectos do meu corpo e até da minha vida.

O yoga tem proporcionado não só relaxamento para o meu corpo, mas também flexibilidade para os meus músculos, força, um sono mais tranquilo, bem-estar geral, além de estar contribuindo para o meu crescimento espiritual. Gosto bastante de deixar meus pensamentos mais calmos e fluidos na hora da prática, trabalhando minha respiração.

Eu estou praticando com a minha amiga, Tatielly Machado, que é formada em Hatha Yoga pelo Instituto de Ensino e Pesquisas em Yoga (IEPY) e em Yoga para Crianças e adolescentes com Maria Ester Massola. Se você é de Goiânia, não deixe de fazer uma aula com ela :). Mas você também pode praticar yoga em casa, há muitos vídeos e cursos onlines que poderão te ajudar a aprendar um pouco mais sobre essa pratica milenar.

O que vestir para praticar yoga?

Muitas vezes não temos ideia do que vestir na hora de praticar uma atividade física ou mesmo fazer uma pratica que não temos muito conhecimento. Como eu gosto muito de conforto, nas minhas primeiras “aulas” optei por peças que me proporcionariam movimentar, sem nada ficar agarrando o meu corpo.

Hoje em dia, se tratando de moda fitness, uso muita legging, tops e camisetas, pois não me atrapalham na hora de fazer as posturas, além de preferir tecidos que deixam o corpo transpirar e logo são mais frescos. A prática é feita descalço, logo eu sempre vou com uma sandália fácil de ser retirada ou um tênis para caminhar depois.

Como escolher roupas para yoga?

Legging: para não te atrapalhar na hora de fazer as diversas posturas da yoga, prefira tecidos com alta elasticidade, como o cirré ou o supplex, ou que tenha fibras naturais para que o corpo transpire com facilidade. Há também peças com proteção UV e que são uma boa pedida se você pratica yoga em ambientes externos, como parques.

Calças mais soltinhas: se você não gosta de legging e prefere peças mais confortáveis, pode usar calças mais soltinhas e largas. Eu sempre dou preferência para as de malhas de algodão.

Tops: Esta peça segue os mesmos princípios das leggings, precisam ser feitas de materiais com bastante elasticidade para não atrapalhar na hora de desenvolver as posturas do yoga. Dê preferência aos topos feitos com tecidos como o cirré ou o supplex.

Camisetas: Amo camisetas e elas me acompanham em várias atividades do dia a dia, inclusive na Yoga. Temos a mania de colocar as camisetas mais surradinhas para fazer alguma atividade física, certo? Mas já viu que quando a gente compra roupa nova ficamos bem mais empolgado para fazer algo? Então invista em algumas peças legais e confortáveis para a prática não só de yoga, mas também para ir à academia ou fazer caminhada no quarteirão de sua casa.

E não se esqueça: você precisa fazer coisas por você, que te faça sentir bem com quem você é e que te deixa feliz!

Gosta de yoga? Já praticou ou tem curiosidade para fazer algumas aulas? Me conte aqui nos comentários.


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 22/08/2019

O macacão social é uma boa opção para mulheres que não dispensam conforto e praticidade hora nenhuma, nem em eventos mais especiais, como casamentos e formaturas. Por ser uma peça única, fica muito mais fácil pensar no look como um todo e, usando os acessórios certos, dá para ficar até mais elegante do que se estivesse usando um vestido longo, por exemplo. A peça tem sido muito utilizada em festas, formaturas, e até por noivas mais descoladas.

Os vestidos longos reinaram durante muito tempo na categoria traje fino e nós sempre recorríamos a eles quando precisávamos ir à formatura da amiga, no casamento da tia, no baile de gala, nos tapetes vermelhos da vida (hahaha). Agora, o macacão volta com tudo e é peça coringa quando falamos em looks formais e finos.

Macacão Social em eventos especiais

O macacão social ganhou novas modelagens, cores e texturas, e, por isso, ficou ainda mais elegante e sofisticado. A peça já é vista em várias ocasiões mais especiais, sendo utilizado não só por convidadas de um casamento, por exemplo, mas até por noivas mais moderninhas, como a Karol Pinheiro, que usou a peça em seu casamento no civil (veja que lindo o modelo branco usado pela blogueira).

Por ser uma peça muito confortável e pratica, o macacão permite que a pessoa aproveite a festa e se jogue na pista de dança sem se preocupar com alça caindo ou mostrando algo que não deveria na pista de dança rs. A peça também alonga e valoriza a silhueta das baixinhas e das mais altas, respectivamente.

Além disso, em um cenário em que nos preocupamos cada vez mais com o meio ambiente, não faz muito sentido comprar um vestido que só vamos usar uma vez, certo? Com o macacão é diferente, você pode usar em um evento mais chique, como no dia a dia, no trabalho ou na balada, tudo irá depender do complemento, dos acessórios.

Escolhendo o macacão social certo

Tecido: Este é o principal fator de escolha na hora de comprar o macacão social que você utilizará em diferentes eventos especiais. Prefira tecidos planos e mais estruturados, que transmitam certa elegância ao look, como o tafetá, gabardine, sarja e até mesmo o linho. Fuja dos modelos em malhas se estiver procurando uma peça para ser usada em situações mais formais, uma vez que este material passa um visual de leveza e informalidade ao look.

Cor: Macacão em tons neutros são básicos, vai bem com tudo e com os acessórios certos ficam elegantes sem muito esforço. Contudo, escolha uma cor que você goste, até porque a ideia é usar a peça várias vezes, e acerte o look testando os acessórios que você já tem no armário. Quer causar? Invista em peças douradas, com brilhos ou com detalhes chamativos.

Acessórios: são eles que irão incrementar ainda mais o look e deixá-lo ainda mais elegante, ou não. Brincos, colares e bolsas de mão com detalhes de pedras, em dourada e prata são essenciais se você quiser um look mais chique. Uma sandália salto fino e um blazer da cor da peça valorizam ainda mais o macacão social.

Eu particularmente estou amando o retorno do macacão social e já estou procurando uma peça para chamar de minha. E você, gosta do macacão social? Comente aqui:


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 13/08/2019
Mint the Spring/Summer 2020 colour Trend | Johanna Ortiz Resort 2020 Fashion Show | Jacquemus Spring Summer 2020 Paris Fashion Week Show

Cores fortes, tecidos frescos e alegres, peças fluídas, animal print e estampas florais são algumas das tendências que estarão com tudo na primavera-verão 2020. Com a proximidade da primavera, que no hemisfério sul começa no dia 21 de setembro, e o frio começando a dar tchau, a gente começa a ver mais looks coloridos nos editoriais e nas ruas.

O que eu mais amo na estação é poder usar ainda mais os tecidos florais, peças mais fluídas, cores, vestido curto, além de usar ainda mais minhas sandálias e calçados abertos (estou num momento de usar muita sandália plataforma de tecido e salto de corda, tenho uma e amo).

Primavera-verão 2020

Image Source: Getty / Arnold Jerocki

A estação primavera/verão sempre traz muitas cores, estampas e tecidos mais fresquinhos e a que se aproxima não será muito diferente. Tonalidades mais fortes como amarelo, laranja, rosa e vermelho chegam com tudo, deixando o verão ainda mais quente. Porém, o menta e o lilás, que são cores mais frias, também terão espaço em nosso verão. A estação também terá muitas cores pasteis (azul, rosa, amarelo e verde mais claros, que lembram doce e dá vontade de comer, sabem? rsr) e looks monocromáticos.

Estampas tropicais

Vamos combinar que não há estampa mais cara de primavera-verão (principalmente no Brasil) que as tropicais, com muitas flores, palmeiras e frutas. Nesta estação elas voltam repaginadas: as flores aparecem maiores e misturadas às folhagens, e ganham um toque mais abstrato. A estampa tropical também aparece em conjunto com outros padrões de estampas, como as listras, e em looks para a noite.

Estampa animal print

O animal print que chegou no outono inverno irá continuar na primavera-verão, principalmente nos acessórios (alô bolsas com detalhes de oncinha!). O couro fake de cobra também continua com tudo.

Franjas

A fluidez da estação fica por conta das franjas, que aparece em blusas, croppeds e vestidos. Eu amo as peças com franjas que tem uma pegada mais boho e western.

Vichy

O xadrez perde todo o seu tom sombrio de outono-inverno e na primavera-verão retorna, mas com cores e bem coloridos no estilo Vichy. Sabe aquelas toalhas de mesa quadriculadas (a maioria vermelha ou verde) típicas dos piqueniques de filmes? essa é a padronagem Vichy, que nesta estação aparece em versões de preto e branco, rosa e amarelo.

Listras

Essas chegaram há alguns verões para ficar de vez. Contudo, nesta estação, as listras são coloridas, com bastante influência dos anos 90, e perdem um pouco o estilo navy, caracterizado por listras pretas, azuis e vermelhas. Além disso, a padronagem das listras nesta estação é bem mista, podendo ser bem finas, largas, com bastante espaço entre elas e na diagonal.

Linho

Já o tecido que ganha destaque na estação é o linho. O tecido, que é tradicionalmente mais clássico e usado em peças com cortes retos e elegantes (como blazers e vestidos), veste muito bem. Nesta estação ele ficou mais leve, sendo usado principalmente em calças, vestidos e macacões. Para usar a peça de linho sem erro aposte em sandálias e acessórios coloridos ou artesanais, que também estará com tudo na primavera-verão.

Anos 2000

Vamos comemorar os anos 2000, sim! Esqueça as influências dos anos 80, porque agora é a vez das boinas, das bandanas, da cintura baixa (essa eu torço o nariz um pouco hahaha, usei muito na adolescência) dos looks all jeans e dos ternos de cores claras.

Beleza

Um dos assuntos do momento é skin care (cuidado com a pele), todo mundo está cuidando e se preocupando ainda mais com a pele e os cuidados básicos. Assim, a primavera-verão será marcada pela make mais natural, com aquele aspecto de “acordei e só lavei o rosto”. A diferença e o ponto de destaque fica por conta do delineado gatinho nos olhos, que será a cara do verão.

Quais dessas tendências você mais gosta e já está usando? Comente aqui:


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 30/07/2019
Reprodução: Pinterest

O jeans é aquele material que pode mudar as estações, entrar e sair moda, que todo mundo continua usando. A velha e boa calça jeans eternizou o material, que hoje em dia é usado para a fabricação de todas as peças do nosso vestuário, e compõe uma das tendências que mais amo, o all jeans (ou todo jeans em português).

Por compor looks despojados, fashion e até os mais arrumadinhos para o trabalho, o Jeans caiu na graça da sociedade e é o material mais consumido no mundo todo quando se fala em roupa. É impossível conhecer alguém que não tenha uma peça sequer em casa. Eu mesma tenho umas quatro calças jeans, shorts, saias, vestidos, camisas e macacões (sim, percebi que ando exagerando). Teve um período que cheguei a ter quatro vestidos jeans!

Reprodução: Pinterest

No mercado há diversas lavagens de jeans, contribuindo assim para uma infinidade de modelos e estampas não só de calças, mas de saias, camisas, vestidos e macacões. Nos acessórios, vez ou outra uma marca aposta em bolsas, mochilas e sapatos com o tecido, facilitando ainda mais a composição de looks todo no tecido.

All Jeans é quando o look é todo por jeans, seja um vestido jeans ou o combo calça e camisa, ou saia e cropped jeans. Eu amo a tendência porque acho prático e elegante ao mesmo tempo, principalmente looks compostos por camisas e calças jeans. Para deixar o look mais fashion sem ter aquela cara de conjuntinho dos anos 80/90 é legal seguir algumas dicas.

Veja como arrasar com looks all jeans

Reprodução: Pinterest

Use diferentes tonalidades de jeans no mesmo look –  Para fugir da mesmice e até distanciar da pegada conjuntinho é leal apostar em peças com tonalidade diferentes. Se você está com uma calça jeans escuro, aposte em uma camisa jeans mais clara. Com a infinidade de lavagens que há no mercado, é quase impossível encontrar peças jeans que tenham o mesmo tom, o que é ótimo na hora de pensar em um look total com o tecido.

Para onde você está indo? É bom pensar nisso quando for montar um look todo dia. Ambientes corporativos exigem jeans com tonalidades mais escuras, com pouca ou quase nenhuma lavagem e nada de detalhes, como pedraria ou rasgos. Já em ambientes informais você pode abusar de tonalidades mais claras, lavagens manchadas e nas peças com detalhes. Hoje em dia há jeans com uma infinidade de detalhes, perolas, spikes, pedrarias, bordados e rasgos.

Abuse dos acessórios – Como o look será todo de um tecido só, é legal usar acessórios coloridos, que chamem atenção, claro, observando o ambiente para onde você está indo. Eu amo usar sapatos/sandálias na cor vermelha quando uso all jeans ou com uma bota cano curto estampa animal print. Não tem erro.

História do Jeans

A primeira peça com jeans foi construída em Nimes, na França, mas ela só ganhou graça em Maryland, nos EUA, por um comerciante que tentou utilizar o tecido para produzir lonas. Em 1850, com a corrida do ouro na Califórnia, Oscar Levi-Strauss decidiu transformar o material em uniformes para os homens que trabalhavam nas minas.

Inicialmente, as calças produzidas com jeans tinham uma coloração marrom e três bolsos fixados com tiras. Por ser uma roupa muito resistente e adequada para o trabalho pesado, a peça logo fez sucesso e foi adotada por ferroviários e trabalhadores rurais de todo o Estados Unidos. A patente à Levi-Strauss foi concedida em 1873.

Com o passar dos anos o jeans foi adaptado para outros usos, ficando mais macio com a lavagem de pedras. No século XX, a calça jeans chega no mercado para o público geral e logo ganha o movimento hippie, que utiliza da peça como forma de protestar contra o estilo de vida tradicional e conservador. Nas décadas de 70 a 80, a calça jeans assume um caráter rebelde, mas ao longo dos anos passa a ser adotado inclusive por estilistas famosos, além de compor peças de marcas de luxo.

E você, gosta de um look all jeans? Me conta aqui:


Páginas123456... 45»