Por Di Lua, sobre Diário de Viagem, Moda/Beleza
Dia 19/07/2019
Designed by rawpixel.com / Freepik

Como fazer as malas para o frio é o tipo de dúvida que mais vejo na internet quando o assunto é viagem, principalmente nos últimos meses por conta das limitações do despacho de bagagem pelas companhias aéreas. Como as roupas de inverno são mais pesadas e maiores que as roupas de verão, por exemplo, todo mundo fica com receio de viajar apenas com bagagem de mão e passar muito frio durante a viagem.

Em viagens nacionais o despacho de mala é pago, mas o passageiro pode viajar com uma mala pequena de até 10 kg (bagagem de mão) no bagageiro superior do avião, além de uma bolsa classificada como item pessoal. Nos voos internacionais é possível despachar malas de até 23 kg, além da bagagem de mão e o item pessoal. Ou seja, dá para fazer uma mala com tudo o que a gente precisa para aproveitar a neve no Chile, mas as coisas complicam ao tentar fazer uma mala para aproveitar Gramado, por exemplo.

Como fazer as malas para o frio?

Na hora de fazer as malas para o frio, é essencial levar peças que combinem entre si e que de fato irão te esquentar. Não adianta levar uma blusa diferentona que combina apenas com a calça jeans, pois você conseguirá montar apenas um look. Sua mala precisa ser eficiente e econômica.

O segredo na hora de se vestir no frio é criar camadas. Então leve terceiras peças com você e multiplique ainda mais a sua mala. Ah, não se esqueça de comprar um conjunto de segunda pele, blusa e calça de um tecido peludinho que você encontra em lojas de artigos esportivos. Em temperaturas abaixo de 12ºC faz muita diferença vestir uma segunda pele por baixo da calça jeans, da blusa e do casaco.

Separe as peças com antecedência, veja se as cores e as peças combinam entre si. Observe também quantos looks você consegue montar com as peças que serão levadas. Quanto maior o número de looks melhor. Leve calçados e bolsas de cores neutras, leve acessórios coloridos para dar um up no look e diversificar suas produções. Ahhhh, não se esqueça de meias, luvas, gorros e cachecóis.

Esse casaco ocuparia muito espaço na mala

A outra dica e a que considero mais importante é: leve o casaco mais grosso ou o trench coat com você, fazendo parte do seu aerolook rs. Primeiro porque você terá muito mais espaço em sua mala, segundo porque pode fazer muito frio dentro do avião por conta do ar condicionado. Esta dica também vale para a bota, principalmente se ela for tipo coturno ou de salto grosso.

Exemplo de mala para o frio de cinco dias

Eu sempre faço minhas malas levando em consideração a quantidade de dias que irei ficar no local. Assim, se eu fosse fazer uma viagem de cinco dias para Gramado durante o inverno eu levaria as seguintes peças:

  • Duas blusas ou camisetas de cores neutras (preto ou branco) e um blusa estampada;
  • Três calças, sendo uma jeans e as outras duas de um tecido que esquente bastante, tipo moletom. Vale lembrar que irei vestida já com a calça jeans;
  • Um vestido longo de um tecido mais quentinho tipo veludo ou tricô, tipo esse da Amaro abaixo;
  • Dois casacos grossos e que me esquentem bastante, sendo que um deles irá comigo no avião para não ocupar tanto espaço na mala;
  • Quatro pares de meia, fora as que irei utilizando;
  • Dois cachecóis de cores vibrantes ou estampado para diversificar ainda mais seus looks;
  • Dois pares de luvas. Eu prefiro cores mais neutras, pois combinam com todos os looks;
  • Um tênis confortável para as caminhadas;
  • Uma bota, que será a que utilizarei tanto na ida como na volta a viagem para também economizar espaço na mala;
  • Seis calcinhas e sutiãs;
  • Acessórios como brincos, colares e anéis;
  • Conjunto de segunda pele;
  • Nécessaire com itens de higiene pessoal: escova de dente, pasta, sabonete, hidratante, protetor solar (essencial também no frio), e demaquilante;
  • Bolsinha com remédios; e
  • Nécessaire com o básico de maquiagem: base, batom, delineador, paleta de sombras, iluminador e pó.

Parece muita coisa para uma bagagem de mão, mas garanto que irá caber tudo dentro da sua mala pequena. O segredo é organizar sua mala com cuidado. Eu gosto de dobrar as roupas fazendo pequenos rolos, pois os rolinhos ocupam menos espaço e evitam que as peças amassem muito.

Além disso, eu sempre levo uma mochila como item pessoal e é nela que guardo minha carteira, máquina fotográfica, carregadores e minhas nécessaires de remédio e maquiagem.

Vai viajar para o frio e já estava com receio de ter que despachar bagagem, mas este post te ajudou? Comente aqui.


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 12/07/2019

O tênis branco é uma peça que chegou e ficou em nossos guarda-roupas e, por isso, é considerado um clássico da moda feminina. O calçado é versátil, combina com todas as peças que temos em nossos armários, e ainda vai bem em quase todas as ocasiões: balada, trabalho, faculdade, passeio no museu, barzinho, cinema, compras, almoço e por aí vai.

Estamos em uma época em que o conforto fala muito mais alto na hora de pensar no look, principalmente se levarmos em conta que o dia de todas as mulheres são bem corridos. E o tênis acaba sendo o calçado ideal quando se pensa em aliar conforto, correria do dia a dia e estilo. Pensando nisso, as marcas têm lançado cada vez mais diversos modelos de tênis (sem necessariamente serem brancos), e eles não ficam mais restritos ao departamento fitness como era antigamente. Eu mesma não abro mão de conforto na hora de me vestir, seja para ir ao trabalho ou para uma balada.

E é neste cenário que entra o tênis branco. O modelo do tênis não importa, pode ser mais baixo (tipo os clássicos das marcas Keds ou All Star), Chunky (estilo tênis de pai dos anos 80 hahaha), com detalhes coloridos, sem cadarço, com cano, com plataforma, com pegada mais esportiva, enfim.

Já a cor, neutra e clássica, facilita na hora de pensar no look como um todo: pode ser um look todo branco, ou todo preto e só o tênis branco. Pode ser um look mais neutro, ou um look todo colorido, uma estampa mais clássica ou animal print. Além disso, o calçado é bem versátil e vai bem em diferentes ocasiões e com todas as peças do guarda-roupa feminino, veja:

Tênis com saia e vestido

Eu sempre levo meu tênis branco nas viagens

Em um mundo em que cada vez mais as pessoas se aceitam e não segue tanto os padrões, regras de pode e não pode na hora de se vestir não tem vez. Assim, esquece de uma vez que tênis não combina com vestido e saia (e que isso é coisa para jogadora de tênis) pois combina sim! O calçado deixa o look leve e despojado, casando muito bem com peças mais formais, como saia midi e saia lápis. Como é neutro, abuse de roupas estampadas.

Tênis com longos

Euzinha que achava que dessa água nunca beberia e acabei bebendo hahaha

Essa é uma das combinações que mais tenho ousado e usado. Sou baixinha e sempre achei que vestindo um longo ficaria mais baixa ainda. Há um tempo parei de me importar com isso e me joguei nos vestidos longos e hoje não vivo mais sem. Recentemente optei por uma combinação que muita gente torce o nariz, vestido longo + tênis, e amei muito. Além de ter ficado elegante, ainda estava bem confortável.

Tão bom quando a gente ousa na hora de se vestir e ainda se sente bem. É assim que a moda tem que ser: fazer a gente se sentir bem com quem somos!

Tênis com calça

Eu amo usar o o meu com calça pantacourt

Essa é a combinação clássica e vai bem em todo lugar. Eu gosto de dobrar a barra da calça jeans quando uso tênis, para ele “aparecer” um pouco mais. Amo usar o calçado com calças mais soltas, tipo pantalona, ou com calça pantacourt, pois combina muito com meu estilo, dá uma leveza e ainda confere despojamento e conforto ao look.

Para sair da mesmice, encoste a combinação calça jeans e tênis e aposte em peças mais fluídas, tipo calça pijama, pantacourt (como essa da Amaro acima) ou pantalona.

Tênis com short

Típico look de domingo, essa combinação é a mais fácil de fazer e a escolha de quase todas as mulheres para atividades ao ar livre, uma viagem ou um passeio de domingo. Para looks de balada opte por uma blusa com pedrarias combinado com um short jeans azul, ou aposte em um short de couro ou lurex e uma blusa ou camiseta mais básica.

No dia a dia se jogue nos shorts jeans, de linho e alfaiaria.

E vocês, gostam da peça? Qual a combinação você mais gosta?


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 02/07/2019
tendências de inverno lary di lua

No último dia 21 de junho teve início a estação do ano em que eu mais gosto de me vestir: o inverno. Apesar de Goiás, o estado em que moro, ter apenas duas estações bem definidas, que é seca (abril a outubro) e a chuvosa (outubro a março), ainda conseguimos ter algumas semanas de frio. Em cidades do interior do estado o frio persiste mais, mas aqui em Goiânia ele dura pouco e, por isso, eu aproveito para usar todos os meus casacos, meias calças, cachecóis e terceiras peças nesses dias hahaha.

Jaqueta aviador linda da Amaro

É nessa estação que todo mundo aproveita para tirar a calça de couro do armário, assim como as meias-calças, casacos mais estruturados e o xadrez. Mas nem só de cores escuras e casacos pesados vive o inverno. Este ano, a estação está sendo marcada pelo mix de estampas, cores e estilo (neon, animal print, tons terrosos, tecido tweed, pegada streetwear, entre outros), mostrando que cada vez mais vale investir em peças atemporais e utilizá-las em todas as estações.

Além disso, a influência retrô continua com tudo e na rua vemos muita peça bem característica dos anos 80 e 90, como calças mom jeans, jaquetas com aspectos mais desgastados, croppeds com mangas bufantes, entre outros.

Abaixo separei as tendências que estou amando e usando.

Tendências Inverno 2019

Western

Amo essa tendência e já até fiz um post sobre ela aqui. O Western é um estilo inspirado nas roupas utilizadas pelos camponeses norte-americanos do século XIX, tornando se muito popular nas décadas de 1940 e 1950 através dos cantores country e dos filmes de Velho Oeste. O estilo é marcado por muito jeans, jaquetas de couro, franjas (em bolsas ou roupas), botas, muitas tachas e fivelas.

Para não errar deixando o look muito caricato, escolha uma ou duas peças características do estilo Western e o trabalhe de forma sutil com seu estilo pessoal. Combine calça jeans, blusa básica e jaqueta com uma bota western (que tem recortes característicos, bordado ou fivelas e com salto bloco), por exemplo.

Tons Terrosos

Outra tendência que adoro são os tons terrosos. Nessa temporada, o marrom, o caramelo e o mostarda aparece em blusas, calças, jaquetas de couro, blazers e em casacos oversized. As cores estão em alta neste inverno, mas a verdade é que elas nunca saem de moda e são bem fáceis de combinar com outras peças e cores.

Pelos e Plumas

tendências de inverno lary di lua

O pelos e as plumas estão com tudo e não só apenas nas jaquetas aviadoras (elas surgiram na Primeira Guerra Mundial, quando os aviões não possuíam cabine fechada e os pilotos precisam se proteger do vento e das baixas temperaturas), mas também em forma de casacos e coletes. Além disso, no inverno 2019 as plumas e os pelos ganham espaço em cores pastéis e claras, não ficando restrito apenas aos tons terrosos ou escuros.

tendências de inverno lary di lua

Animal Print

Para quem gosta de ousar e dar um toque a mais no look, o animal print é pedida certeira nessa temporada. No inverno 2019 ele chega em duas linhas: oncinha e piton (que remete à cobra Piton, que tem o couro branco e preto). A primeira é muito vista em casacos, calças e acessórios, já a segunda aparece bastante em botas e cintos. Eu amo animal print mas prefiro usá-los em acessórios, como detalhe em uma bolsa ou no calçado.

Veludo Cotelê

O veludo reapareceu há algumas estações e caiu na graça de todo mundo, mas nessa estação quem ganha destaque é o veludo cotelê (aquele com risquinhos), que me lembra muito minha infância nos anos 90. A peça tem textura e esquenta bastante, sendo uma boa pedida para esta estação. Além disso, o veludo cotelê é facilmente combinado com cores neutras e deixa qualquer produção elegante.

Militarismo

A tendência não apareceu tão forte quanto em outros invernos, mas percebi que toda marca de moda tem ao menos uma peça verde militar compondo os looks da estação. Para não errar, invista calças ou jaquetas dessa cor. Aproveita para usar sua parka verde militar!

tendências de inverno lary di lua

Gostaram do post? Comenta aqui qual tendência do inverno 2019 você está gostando mais?


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 23/06/2019

Quando a gente pensa em look de trabalho o blazer é a peça que vem na nossa cabeça na hora, não é mesmo? A peça, que veio do guarda-roupa masculino, é clássica e da toda uma pegada social ao look, mesmo que você só esteja de calça jeans e camiseta. Por isso o blazer é a terceira peça preferida da maioria das mulheres que trabalham e precisam pensar em looks mais formais, e ao mesmo tempo moderno, para o ambiente corporativo.

Blazer como terceira peça

Usar terceira peça é o truque de estilo que eu mais amo. Sempre que uso um look mais básico (calça jeans e camiseta, por exemplo) opto por jogar um quimono, colete jeans, jaqueta ou blazer por cima. O look ganha um up, fica bem mais interessante, com cara de que foi muito bem pensado e até alonga a silhueta ou disfarça a barriguinha rs, dependendo da peça e de como ela foi usada.

E este é o caso do blazer, que além de empregar formalidade e elegância ao look também alonga a silhueta se for usado aberto, por exemplo.  A peça é bastante versátil e vai bem com calça, saia, short e vestido, e, por isso, vai bem no ambiente de trabalho, no almoço com a família ou em um happy hour depois do expediente. Tudo irá depender do modelo do seu blazer, do tecido, e de como ele foi coordenado no seu look.

Não se esqueça de prestar atenção ao caimento e no corte do blazer na hora da compra, uma vez que a peça é daqueles para se usar durante um bom tempo e, por isso, precisa ter uma boa qualidade.

Terceira peça: usando o blazer no ambiente de trabalho

O blazer é aquela terceira peça queridinha do ambiente corporativo, e pedida certeira na audiência jurídica, na reunião da empresa ou na visita àquele cliente importante. Mulheres que tem cargo de chefia ou coordenação não vivem sem ele. Para não ter erro, use-o com calça reta de alfaiataria, calça pantacourt, saia midi e até mesmo com uma calça jeans flare.

Seu trabalho exige looks mais formais? Tenha no mínimo uns dois blazers para usar como terceira peça. Eu apostaria em um mais clássico (preto ou branco) e outro numa cor pastel ou em uma cor mais vibrante, se o seu ambiente de trabalho permitir. Se liga: o blazer preto empresta mais formalidade ao look, já o blazer branco deixo o look ainda mais moderno. Para o ambiente corporativo, acho essencial ter uma calça social reta preta e outro de uma cor neutra, facilitando ainda mais a combinação dos looks e multiplicando as possibilidades.

Faça um exércio simples: separe uma calça jeans, uma calça social e uma saia midi para a parte de baixo; depois separe três blusas básicas que você normalmente usa para ir ao trabalho; e, por último, seus blazers. Depois monte todas as opções possíveis combinando cada parte de baixo com as três blusas e com os blazers, e veja quantos looks são possíveis criar apenas com essa pouca quantidade de roupa. Além disso, não esqueça de pensar no calçado, na bolsa e nos acessórios, tenha sempre mais de uma opção para deixar o visual diferente.

Além disso, você pode usar o blazer de diferentes formas para dar um toque na produção: apenas um botão fechado, totalmente aberto, com a manga dobrada até a altura do cotovelo, acinturado com um cinto fino.

Terceira peça: usando o blazer no dia a dia

Como eu disse acima, o blazer não é uma peça restrita ao ambiente de trabalho e vai muito bem no almoço de domingo, no passeio ao shopping, na inauguração daquele restaurante, e até mesmo na balada. Neste caso, combine-o com peças que não sejam formais, como blusas e vestidos de tecidos mais fluídos, jeans, coloridas, estampas animal print, lurex, etc. Na hora de escolher os sapatos pode se jogar no tênis, sapatilha e até mesmo em sandálias rasteiras.

Uma das tendências que vai e volta é o oversized (que se traduzido literalmente seria “grande demais” e nada mais é que peças maiores que o seu tamanho normal), e você pode escolher um blazer desse modelo para deixar o look mais descolado e cheio de atitude. Eu apostaria em um blazer oversized combinado com camisetas de bandas e short jeans para um visual mais cool e despojado.

Outra dica de como usar o blazer como terceira peça de uma forma mais moderna, é apostar em modelos com tecidos que fujam do padrão (tecidos como oxford, sarja e o linho), como esse da Amaro (imagem abaixo) de veludo cotelê. O tecido é uma das tendências do outono/inverno deste ano e está super em alta. Aposte também em blazers com estampa animal print para sair da mesmice e dar um ar mais moderno ao seus looks.


E você já usa o blazer como terceira peça? Precisa investir em looks mais formais para o ambiente de trabalho? Comente aqui:


Páginas1234567... 45»