Por Di Lua, sobre Lugares
Dia 13/05/2020
chapadas do brasil vale da lua chapada dos veadeiros lary di lua
Vale da Lua, Foto: Laryssa Machado

Entre os principais destinos de ecoturismo do país estão as chapadas do Brasil, formações geográficas caracterizadas por relevo montanhoso com muitos rios, cachoeiras e grutas. Tais áreas, que ocorrem principalmente no Nordeste e Centro-Oeste brasileiro, se formaram há milênios a partir da ação do vento e das águas. As principais chapadas brasileiras são:

Chapada dos Veadeiros, dos Guimarães, Diamantina, das Mesas, Araripe e Parecis.

Chapadas do Brasil

Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Carrossel, Foto: Laryssa Machado

A Chapada dos Veadeiros está localizada no nordeste goiano e é um dos principais destinos de ecoturismo do país. São mais de 40 cachoeiras, grutas, vales e mirantes espalhados pela região, rica em espécies da fauna e flora do cerrado. A abundância de quartzo e do fato dela ser cortada pelo Paralelo 14, o mesmo que passa por Machu Picchu, no Peru, faz com que essa seja uma das Chapadas do Brasil que atrai o turismo de misticismo.

A região Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é uma unidade de conservação localizada nos municípios de Alto Paraíso, Colinas do Sul, São João d’Aliança e Teresinha de Goiás. Até maio de 2017, o parque abrangia uma área de aproximadamente 65 500 hectares de cerrado de altitude. Desses hectares, 60% ficam em Cavalcante e os demais 40% em Alto Paraíso de Goiás. Ele foi criado em 1961, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, para proteger áreas de enorme beleza, recursos hídricos, fauna e flora específicos do cerrado mais alto do país. Em dezembro de 2001 o parque foi incluído na lista do Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Cachoeira Santa Bárbara, Foto: Laryssa Machado

As principais atrações são: Travessia das Sete Quedas, Cachoeira dos Saltos, Cachoeira do Carrossel, Vale da Lua, Cachoeira Santa Bárbara, Jardim de Maytrea, Cachoeira do Abismo, Povoado de São Jorge, Cachoeira Raizama, entre outras.

A cidade de Alto Paraíso é a principal base para quem quer conhecer a Chapada dos Veadeiros, juntamente com a Vila de São Jorge. Essa vila fica a 37km da cidade e a 700m da entrada do Parque Nacional. Contudo, montar base em Cavalcante é uma boa para quem quer explorar a Cachoeira Santa Bárbara.

Chapada dos Guimarães

Foto: Reprodução CVC

Localizada no Mato Grosso, a Chapada dos Guimarães está a 69 km de Cuiabá e compreende a capital mato grossense e a cidade homônima. O Parque Nacional, com 327km2, foi criado em 1989 após a intensificação de protestos contra atos do governo do estado em criar um complexo turístico nas proximidades a partir de 1984. 

O relevo desta Chapada apresenta grandes encostas de arenito vermelho, que chegam a 850m de altitude. De acordo com estudos, a Chapada dos Guimarães está em cima das placas geológicas mais antigas do planeta que passou por diversas transformações ao longo de 300 milhões de anos. Com o surgimento da Cordilheira dos Andes há 15 milhões de anos, a planície pantaneira foi afundada, criando assim a Chapada. Assim, sua paisagem é composta não só por cachoeiras e rios, mas também por fósseis, desertos, e sítios arqueológicos com pinturas rupestres e cerâmicas.

Cachoeira Véu da Noiva, Foto: Reprodução Mala de Viagem

A cachoeira Véu da Noiva, dentro do parque nacional é a maior atração da Chapada. No entanto, há várias outras na região, como as seis que fazem parte do Circuito das Cachoeiras, que é feito em 6h de caminhada. Há também o Circuito do Morro de São Paulo, trilha também de 6h por dentro da Chapada. Já no Vale do Rio Claro, circuito feito de carro 4×4, há lagunas e flutuações para banhos.

A cidade Chapada dos Guimarães é a base para quem quer conhecer o Parque e atualmente conta diversos hotéis e restaurantes.

Chapada Diamantina

Poço Azul, Foto: Reprodução site Um Viajante

A Chapada Diamantina, localizada no oeste do estado da Bahia, é uma região de serras onde nascem quase todos os rios das  bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Com 1521 km², o Parque Nacional foi criado em 1985 e distribuído pelos municípios de Andaraí, Ibicoara, Iramaia, Itaetê, Lençóis, Mucugê e Palmeiras. Assim como as outras Chapadas do Brasil, essa é rica em biodiversidade e é rica em cachoeiras, vales e grutas.

A formação da bacia sedimentar do Espinhaço começou há cerca de 1 bilhão e 700 milhões de anos, a partir do preenchimento das depressões com materiais vulcânicos, areias e cascalhos. Posteriormente, as camadas de sedimentos foram erguidas pressionadas pela ação das placas tectônicas.

Morro do Pai Inácio, Foto: Reprodução Destinos Incríveis

Entre os  principais atrativos da Chapada estão: trilha de 500 metros que leva ao topo do Morro do Pai Inácio; Travessia do Vale do Pati, Cachoeira da Fumaça, Cachoeira do Buracão, Poço Azul e Poço Encantado.

A base principal para conhecer a Chapada Diamantina é a cidade de Lençóis, que possui uma maior estrutura turística. Entretanto, Mucugê, Vale do Capão e Igatú também oferecem atrações e boas opções de hospedagem. Uma alternativa para aproveitar ao máximo a Chapada é montar base em duas cidades.


Por Di Lua, sobre Entretenimento
Dia 08/05/2020
arapucas kam filmes lary di lua
Imagem: Reprodução

Com temática ambiental, Arapucas é um curta de suspense que estreia neste sábado, 09 de maio, às 20h, no canal do YouTube da Kam Filmes. O curta conta a historia de Gaia, uma documentarista ornitóloga que se perde em uma floresta cercada por mistérios, em meados da década de 1980. Ele foi gravado na Floresta Nacional de Silvânia/GO.

O enredo do filme foi criado a partir de uma experiência do diretor Danilo Kamenach e sua equipe. Durante a gravação de um documentário em Hidrolândia/GO, eles ficaram perdidos e sem comunicação após o carro em que estavam estragar. “Lembro que fiquei bastante apreensivo com a situação e, depois que fomos resgatados, começaram a surgir ideias de produzir um filme com esse gancho”, explicou Danilo.

Arapucas é uma produção da Kam Filmes, com apoio da É Nóis Ki Tá Produções e patrocínio da Compleite e da Lei Goyazes de incentivo à cultura.

Assista ao trailer de Arapucas aqui



Por Di Lua, sobre Entretenimento
Dia 05/05/2020

Aproveite o tempo livre para conhecer blogs nesta quarentena

Muitos de nós temos passado os últimos dias procurando o que fazer dentro de casa para relaxar ou distrair a mente. De acordo com um post do Steal The Look no Instagram, as pesquisas no Google mudaram bastante no último mês. Tem crescido a procura por temas como cortar o cabelo em casa, como fazer um pão caseiro, sobre atividades para manter em casa, entres. Ou seja, queremos usar esse tempo para aprender a fazer coisas básicas, que não fazíamos mais por falta de tempo ou por ter nosso tempo totalmente planejado. 

Passar um tempo lendo alguns posts de blogs que gosto era algo que há muito em não fazia e agora consigo tirar um tempinho na semana para lê-los. Abaixo eu compartilho com vocês três blogs que acompanho sempre e que tem um conteúdo muito bom e que vale a pena ser consumido.

Três blogs legais para conhecer nessa quarentena

Tatielly Machado

O primeiro dos três blogs para conhecer nesta quarentena é o da Tatielly Machado, que usa seu espaço para falar sobre autoconhecimento, saúde e equilíbrio. Por isso ela sempre faz posts falando sobre os benefícios da yoga, de como levar uma vida mais devagar. Enfim, como ter uma vida mais positiva, com significado e menos estressante. Tenho certeza que você estará muito mais leve após ler o blog dela <3.

Modelando

O Modelando é um blog de moda e beleza, escrito pela jornalista Natália Macedo. Além de vários posts com dicas de tendência, cobertura de semanas de moda, aplicativos, filmes, alguns deles também nos leva a refletir sobre nossa relação com o consumo, sobre a mulher e a moda, entre outros assuntos do mundo moderno. Vale muito a pena ler.

Último Biscoito

Este é um blog daqueles que a gente ama passear: tem posts pessoais, sobre livros, dicas de cinema, de moda, música, entre outros. O Último Biscoito é escrito pela Nayandra Barros, que usa o espaço como uma forma de se encontrar. Além disso, ela também quer fazer a vida dos outros melhor com os seus posts. Salve aí nos seus favoritos também.

E aí, já conhecia algum desses blogs? Comente aqui


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 30/04/2020
Como será as viagens pós pandemia do coronavírus? lary di lua

Diante da crise do coronavírus, muitas pessoas tiveram que desmarcar suas viagens (inclusive eu), e agora que alguns países europeus começam a flexibilizar a quarentena, os questionamentos em relação às viagens nacionais e internacionais pós pandemia começam a surgir. Como será daqui para frente?

Enquanto em grande parte do mundo as regras de isolamento começam a ser flexibilizadas, no Brasil ainda enfrentamos o aumento constante de contaminados pela covid-19. Por isso, é essencial que todos que tem a possibilidade (privilégio) de ficar em casa, que fique. No entanto, já começa a circular notícias sobre como o mercado de turismo, um dos mais afetados pela pandemia, está se organizando para voltar suas atividades aos poucos.

Viagens pós pandemia: prevenção e rigor na higiene de hoteis

Tanto companhias aéreas como grandes redes de hotéis tem divulgado as medidas que estão tomando para prevenir o Corona Vírus, principalmente em relação a limpeza e a obrigatoriedade do uso de equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras.

No dia 27 de abril de 2020, o Airbnb anunciou que irá capacitar os anfitriões, por meio do Programa Avançado de Limpeza, sobre como higienizar os cômodos e lugares. As acomodações que seguir as novas regras serão certificadas. Também será necessário um período de 24h entre uma estadia e outro para evitar os riscos de contaminação. Contudo, o anfitrião que não conseguir seguir os novos padrões do Programa deverá optar pelo Intervalo entre Reservas, que define um período de 72h entre uma estadia e outra.

A rede AccorHotels, que propôs lançar um selo de qualidade de higienização, irá adotar novas práticas de limpezas. Já a rede Marriott criou o Marriott Global Cleanliness Council, um conselho de limpeza global com uma série de regras para prevenir a contaminação pelo coronavírus, como o uso de desinfetante hospitalar na limpeza e sinalização a respeito do distanciamento social.

Reprodução: Folha de São Paulo

Novos procedimentos nos aviões e aeroportos

As companhias aéreas têm informado alterações no procedimento de limpeza de todas as aeronaves, incluindo assentos, cabines, caixas, mesas, banheiro e cozinha. Em relação ao ar, todos os aviões comerciais possuem um sistemas de recirculação que renova o ar do avião a cada 3 minutos e removem quase 99% das partículas.

Para prevenir a contaminação pelo vírus, muitas companhias aéreas suspenderam o serviço de bordo em voos de curta duração. Outras mudaram as embalagens para diminuir o risco de contágio. ALém disso, tem sido discutido o bloqueio temporário de alguns assentos dos aviões para aumentar o distanciamento entre as pessoas.

As viagens nacionais e internacionais pós pandemia também poderão ter restrição de bagagem de mão. A Air Asia e a Emirates tem permitido apenas notebook, bolsa, maleta de mão e itens de bebê na cabine.

A implantação de barreiras de proteção nos balcões de chek-in está sendo estudada, a fim de evitar aglomerações. Ademais, as companhias aéreas também estudam fornecer luvas e máscaras para os clientes.

Macacões impermeáveis, máscaras e viseiras de proteção agora fazem parte do uniforme da tripulação da Emirates. A tendência é que a tripulação de todas as companhias aéreas passem a utilizar todos esses equipamentos de proteção daqui para frente. Além disso, a tripulação passará a ter banheiros exclusivos.

Aumento de preço 

ALguns países têm discutido regras específicas sobre a entrada ou não de estrangeiros até o final de 2020. Essas regras podem prejudicar quem optou por remarcar sua viagem para o segundo semestre.

Além disso, o bloqueio de assentos nos aviões para aumentar o distanciamento, como vem sendo discutido na Europa, fará com que os voos não se paguem, causando um aumento nas passagens aéreas, principalmente nas empresas Low Cost (preço baixos).

Até a publicação deste post, o Brasil já contava com 5.901 mortes e 85.380 casos confirmados por coronavírus, segundo o Ministério da Saúde, portanto fiquem em casa!

*com informações do site Melhores Destinos e Folha de São Paulo

Salve este post no Pinterest

Páginas123456... 248»