Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 12/07/2019

O tênis branco é uma peça que chegou e ficou em nossos guarda-roupas e, por isso, é considerado um clássico da moda feminina. O calçado é versátil, combina com todas as peças que temos em nossos armários, e ainda vai bem em quase todas as ocasiões: balada, trabalho, faculdade, passeio no museu, barzinho, cinema, compras, almoço e por aí vai.

Estamos em uma época em que o conforto fala muito mais alto na hora de pensar no look, principalmente se levarmos em conta que o dia de todas as mulheres são bem corridos. E o tênis acaba sendo o calçado ideal quando se pensa em aliar conforto, correria do dia a dia e estilo. Pensando nisso, as marcas têm lançado cada vez mais diversos modelos de tênis (sem necessariamente serem brancos), e eles não ficam mais restritos ao departamento fitness como era antigamente. Eu mesma não abro mão de conforto na hora de me vestir, seja para ir ao trabalho ou para uma balada.

E é neste cenário que entra o tênis branco. O modelo do tênis não importa, pode ser mais baixo (tipo os clássicos das marcas Keds ou All Star), Chunky (estilo tênis de pai dos anos 80 hahaha), com detalhes coloridos, sem cadarço, com cano, com plataforma, com pegada mais esportiva, enfim.

Já a cor, neutra e clássica, facilita na hora de pensar no look como um todo: pode ser um look todo branco, ou todo preto e só o tênis branco. Pode ser um look mais neutro, ou um look todo colorido, uma estampa mais clássica ou animal print. Além disso, o calçado é bem versátil e vai bem em diferentes ocasiões e com todas as peças do guarda-roupa feminino, veja:

Tênis com saia e vestido

Eu sempre levo meu tênis branco nas viagens

Em um mundo em que cada vez mais as pessoas se aceitam e não segue tanto os padrões, regras de pode e não pode na hora de se vestir não tem vez. Assim, esquece de uma vez que tênis não combina com vestido e saia (e que isso é coisa para jogadora de tênis) pois combina sim! O calçado deixa o look leve e despojado, casando muito bem com peças mais formais, como saia midi e saia lápis. Como é neutro, abuse de roupas estampadas.

Tênis com longos

Euzinha que achava que dessa água nunca beberia e acabei bebendo hahaha

Essa é uma das combinações que mais tenho ousado e usado. Sou baixinha e sempre achei que vestindo um longo ficaria mais baixa ainda. Há um tempo parei de me importar com isso e me joguei nos vestidos longos e hoje não vivo mais sem. Recentemente optei por uma combinação que muita gente torce o nariz, vestido longo + tênis, e amei muito. Além de ter ficado elegante, ainda estava bem confortável.

Tão bom quando a gente ousa na hora de se vestir e ainda se sente bem. É assim que a moda tem que ser: fazer a gente se sentir bem com quem somos!

Tênis com calça

Eu amo usar o o meu com calça pantacourt

Essa é a combinação clássica e vai bem em todo lugar. Eu gosto de dobrar a barra da calça jeans quando uso tênis, para ele “aparecer” um pouco mais. Amo usar o calçado com calças mais soltas, tipo pantalona, ou com calça pantacourt, pois combina muito com meu estilo, dá uma leveza e ainda confere despojamento e conforto ao look.

Para sair da mesmice, encoste a combinação calça jeans e tênis e aposte em peças mais fluídas, tipo calça pijama, pantacourt (como essa da Amaro acima) ou pantalona.

Tênis com short

Típico look de domingo, essa combinação é a mais fácil de fazer e a escolha de quase todas as mulheres para atividades ao ar livre, uma viagem ou um passeio de domingo. Para looks de balada opte por uma blusa com pedrarias combinado com um short jeans azul, ou aposte em um short de couro ou lurex e uma blusa ou camiseta mais básica.

No dia a dia se jogue nos shorts jeans, de linho e alfaiaria.

E vocês, gostam da peça? Qual a combinação você mais gosta?


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 02/07/2019
tendências de inverno lary di lua

No último dia 21 de junho teve início a estação do ano em que eu mais gosto de me vestir: o inverno. Apesar de Goiás, o estado em que moro, ter apenas duas estações bem definidas, que é seca (abril a outubro) e a chuvosa (outubro a março), ainda conseguimos ter algumas semanas de frio. Em cidades do interior do estado o frio persiste mais, mas aqui em Goiânia ele dura pouco e, por isso, eu aproveito para usar todos os meus casacos, meias calças, cachecóis e terceiras peças nesses dias hahaha.

Jaqueta aviador linda da Amaro

É nessa estação que todo mundo aproveita para tirar a calça de couro do armário, assim como as meias-calças, casacos mais estruturados e o xadrez. Mas nem só de cores escuras e casacos pesados vive o inverno. Este ano, a estação está sendo marcada pelo mix de estampas, cores e estilo (neon, animal print, tons terrosos, tecido tweed, pegada streetwear, entre outros), mostrando que cada vez mais vale investir em peças atemporais e utilizá-las em todas as estações.

Além disso, a influência retrô continua com tudo e na rua vemos muita peça bem característica dos anos 80 e 90, como calças mom jeans, jaquetas com aspectos mais desgastados, croppeds com mangas bufantes, entre outros.

Abaixo separei as tendências que estou amando e usando.

Tendências Inverno 2019

Western

Amo essa tendência e já até fiz um post sobre ela aqui. O Western é um estilo inspirado nas roupas utilizadas pelos camponeses norte-americanos do século XIX, tornando se muito popular nas décadas de 1940 e 1950 através dos cantores country e dos filmes de Velho Oeste. O estilo é marcado por muito jeans, jaquetas de couro, franjas (em bolsas ou roupas), botas, muitas tachas e fivelas.

Para não errar deixando o look muito caricato, escolha uma ou duas peças características do estilo Western e o trabalhe de forma sutil com seu estilo pessoal. Combine calça jeans, blusa básica e jaqueta com uma bota western (que tem recortes característicos, bordado ou fivelas e com salto bloco), por exemplo.

Tons Terrosos

Outra tendência que adoro são os tons terrosos. Nessa temporada, o marrom, o caramelo e o mostarda aparece em blusas, calças, jaquetas de couro, blazers e em casacos oversized. As cores estão em alta neste inverno, mas a verdade é que elas nunca saem de moda e são bem fáceis de combinar com outras peças e cores.

Pelos e Plumas

tendências de inverno lary di lua

O pelos e as plumas estão com tudo e não só apenas nas jaquetas aviadoras (elas surgiram na Primeira Guerra Mundial, quando os aviões não possuíam cabine fechada e os pilotos precisam se proteger do vento e das baixas temperaturas), mas também em forma de casacos e coletes. Além disso, no inverno 2019 as plumas e os pelos ganham espaço em cores pastéis e claras, não ficando restrito apenas aos tons terrosos ou escuros.

tendências de inverno lary di lua

Animal Print

Para quem gosta de ousar e dar um toque a mais no look, o animal print é pedida certeira nessa temporada. No inverno 2019 ele chega em duas linhas: oncinha e piton (que remete à cobra Piton, que tem o couro branco e preto). A primeira é muito vista em casacos, calças e acessórios, já a segunda aparece bastante em botas e cintos. Eu amo animal print mas prefiro usá-los em acessórios, como detalhe em uma bolsa ou no calçado.

Veludo Cotelê

O veludo reapareceu há algumas estações e caiu na graça de todo mundo, mas nessa estação quem ganha destaque é o veludo cotelê (aquele com risquinhos), que me lembra muito minha infância nos anos 90. A peça tem textura e esquenta bastante, sendo uma boa pedida para esta estação. Além disso, o veludo cotelê é facilmente combinado com cores neutras e deixa qualquer produção elegante.

Militarismo

A tendência não apareceu tão forte quanto em outros invernos, mas percebi que toda marca de moda tem ao menos uma peça verde militar compondo os looks da estação. Para não errar, invista calças ou jaquetas dessa cor. Aproveita para usar sua parka verde militar!

tendências de inverno lary di lua

Gostaram do post? Comenta aqui qual tendência do inverno 2019 você está gostando mais?


Por Di Lua, sobre Moda/Beleza
Dia 14/06/2019

A tendência Western chegou com tudo no outono/inverno 2019 e eu gostei bastante, pois é um estilo já que incorporei no meu estilo pessoal. O estilo inclusive apareceu na passarela da Dior Cruise 2018, que conseguiu coordenar ponchos, bota country e casacos pesados com peças mais leves, como a renda.

Dior Cruise 2018 – Imagem Reprodução: In Style

Contudo, muitas pessoas torcem o nariz quando ouvem falar do estilo Western (que tem suas origens no Velho Oeste), por que acham que é se caracterizar totalmente de cowboy ou cowgirl, como se a regra fosse: se vista para ir à um rodeio, embora não seja isso.

Sempre que me perguntam meu estilo, respondo que ele é boho, pois gosto da mistura de vários estilos que ele proporciona, mas sempre pensando no conforto e em looks fluídos. E um dos mix mais importantes desse estilo é o Western. É muito comum encontrar botas chelsea, bolsas com franjas, cintos com fivelas e lenços quando se pesquisa por estilo boho na internet, por exemplo.

Além disso, música, filmes e séries influenciam muito na construção da nossa personalidade e, consequentemente, no nosso estilo. Sabem quais são meus tipos de música preferidos? Rock, country/rock e folk hahaha. Ou seja, o estilo Western faz parte totalmente do meu estilo, mesmo eu não gostando nem um pouco de sertanejo.

Peças chaves do estilo Western

O Western tornou se popular nas décadas de 1940 e 1950 por meio dos cantores country e dos filmes de Velho Oeste. Ele é inspirado nas roupas utilizadas pelos camponeses norte-americanos do século XIX, por isso o jeans e o couro são muito comuns no estilo.

Para arrasar na hora de pensar em looks inspirado no Western invista nas seguintes peças:

Botas: de cano médio, bordada, com fivelas, com tachas, com detalhes de animal print, bota de cano curto, enfim, essa é a peça essencial do estilo e por isso tem que ter. Aposte em um modelo que seja fácil coordenar com seu estilo e possa ser usada em produções mais básicas e do dia a dia.

Peças com franjas: pode ser uma bolsa tipo saco, uma bolsa pequena a tiracolo, um detalhe na bota de camurça, na camisa preta ou na jaqueta marrom de sued. A Franja garante mais movimento ao look, e isso é essencial no estilo Western.

Cintos: esse é um acessório essencial do estilo. Aposte em modelos largos e com fivelas grandes. Eu amo aqueles cintos duplos e acho a cara do estilo Western.

Estampas: Aposte em vestidos fluídos com estampas florais, ou em estampa de estrelas. Ambas são a cara do Western, principalmente coordenadas com uma segunda peça, que pode ser uma jaqueta de couro, cardigan com texturas e até mesmo com ponchos. A estampa xadrez também é curinga na produção Western, mas cuidado na hora de usar. Escolheu uma camisa xadrez? aposte em uma peça lisa ou jeans para a parte de baixo, por exemplo.

Couro e camurça: são tecidos bem característicos do estilo e comumente vistos em jaquetas, botas e até em calças. Esqueça a jaqueta de couro preta e aposte em tons terrosos.

Lenços: amarrados no pescoço e coordenados com camisas de cores claras, ou amarrada na bolsa ou no lugar do cinto, pode se jogar no acessório. Aposte naquele lenço tipo bandana.

Como incorporar o Western ao seu estilo?

O grande truque para incorporar o Western ao seu estilo pessoal é escolher uma ou duas peças que tragam a tendência de forma mais sútil ao look, pode ser um cinto de fivela coordenado com uma bota bordada, ou uma jaqueta de couro com franjas.

Também é importante observar como o estilo é trabalhado nos catálogos de moda: nada é muito over, exagerado, mas bem moderninho e feminino. Aproveite para se inspirar na coleção Western da Amaro.

E por último, assista à alguns filmes em que o estilo é bem presente para você se inspirar, vale filmes de velho oeste ou filmes uma pegada mais country/rock, como Easy Rider, Johnny e June (que conta um pouco da história do Johnny Cash, considerado o rei da música country),Thelma e Louise, entre outros.

E vocês, gostam deste estilo? Comente aqui!

* Imagem do banner: Harpers Bazaar. Photographs by: Mariano Vivanco, Fashion Editor: Joanna Hillman Sep 12, 2017.


Por Di Lua, sobre DIY
Dia 28/08/2018
Depois de ver a bolsa de palha em vários looks de it’s girls através do Instagram, passei a procurar incansavelmente pela bolsa. Encontrei alguns modelos no AliExpress, mas o valor do frete e a demora para chegar me desanimaram. Achei que encontraria alguma bolsa na Califórnia, mas nada. Encontrei várias no Mercado Livre, mas o frete dava mais de R$80. Pensei em modos para fazer uma, mas não conseguia pensar em alguma solução.
Até que na semana passada eu fui no Mercado Municipal de Goiânia ( o da Rua 3) comprar um fumo para o meu pai e acabei passando em frente à uma loja de artigos em palha, entre eles cestas, vasilhas e jogo americano (ou seria um descanso para colocar panela quente? rsrs). Quando vi a peça tive o estalo na hora: é deles que irei fazer minha bolsa. Comprei o par  e 1M de fio de palha (palha trançada, vendida por metro).
Materiais para fazer a bolsa:

2 jogo americano de palha redondo ou descanso de panela em palha (comprei os meus no mercado municipal de Goiânia);
zíper;
tesoura;
linha e agulha
máquina de costura;
0,5M de tecido (usei sarja);
60cm de fio de palha para a alça;
cola quente.

Assista o passo a passo da confecção da bolsa aqui:

 


Páginas12345... 46»