Por Di Lua, sobre Cinema
Dia 20/01/2014
 Sinopse:
A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma
dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

O livro foi eleito o melhor livro de ficção de 2012 pela revista Time. E desde seu lançamento no Brasil em setembro de 2012 até agora, é a ficção mais vendida por aqui.

 

A culpa é das estrelas lary di lua (1)
Reprodução Palnk deviantart.com
Confesso que demorei mas que o normal para ler o livro, parei diversas vezes por achar triste demais. Mas resolvi terminar, pois não gosto de deixar as coisas pela metade, e gostei muito da trama, apesar do final ser muito triste.
Assim que comecei a ler já tinha a ideia de que um dos dois iriam morrer e é isso que é o tocante do livro. Todo mundo já perdeu ou irá perder alguém por câncer, ou , já viu alguém que gosta perder alguém pela doença. E ao mesmo tempo que você tem medo de perder as pessoas, assim gradativamente, você fica mal pelos personagens e consequentemente pelas pessoas que possuem a doença, pois a luta para vencer o câncer é sempre difícil.
Comentei em um grupo sobre o livro, e uma pessoa disse que era apenas um livro de amor e eu rebati, A Culpa é das Estrelas não é só um livro de amor, é sobre perdas, é sobre a realidade, uma história que acontece no mundo todos os dias. Recomendo a leitura.
A culpa é das estrelas lary di lua (5)
Imagem de divulgação
 A adaptação do livro chega nos cinemas dos Estados Unidos em junho, mas ainda não há previsão da estreia no Brasil.

Por Di Lua, sobre Cinema, Uncategorized
Dia 18/08/2013
Se estivesse vivo, Patrick Swayze completaria 61 anos hoje ( 18/08/1952). Patrick que nasceu em Houston, EUA, foi ator, dançarino, cantor e compositor. A sua filmografia é extensa, mas se destacou em Ghost Ghost: Do Outro Lado da Vida), Dirty Dancing ( Dirty Dancing – Ritmo quente), Donnie Darko, Point Break ( Caçadores de Emoção) e Steel Dawn ( Crepúsculo de Aço). Patrick faleceu em 14 de setembro de 2009, aos 57 anos, em consequência de um câncer pancreático.
No papel do instrutor de dança Johnny Castle, Patrick ficou conhecido com o filme Dirty Dancing em 1087. Na trilha sonora, “She’s Like The Wind” recebeu diversos prêmios e foi cantada e co-escrita por ele. Em 1990, Patrick se consagrou como protagonista de “Ghost”. No filme, interpretrou Sam, um homem assassinado que tentava se comunicar com sua mulher ( Demi Moore) através de uma médium (Whoopi Goldberg) e tirá-la do perigo. Em 1991 foi eleito o homem mais sexy do mundo pela revista ‘People”. 


  


Por Di Lua, sobre Cinema, Uncategorized
Dia 19/06/2013

Sinopse: Em virtude de terem cometido pequenos delitos, cinco adolescentes são confinados no colégio em um sábado, com a tarefa de escrever uma redação de mil palavras sobre o que pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas completamente diferentes, enquanto o dia transcorre eles passam a aceitar uns aos outros, fazem várias confissões e tornam-se amigos.
Clube dos Cinco retrata os adolescentes e seus dilemas, e na minha opinião mostra aquilo que Jean Jacques Rousseau já falava: o meio condiciona as pessoas. Acredito que muitas vezes e principalmente na adolescência vivemos uma vida de acordo com o desejo de nossos pais, e isso perdura até tomarmos consciência disso e adquirir outras experiências. Os personagens são diferentes e cada um tem seu problema, no decorrer do dia e do filme eles vão se identificando e percebem que o problema do outro determina sua personalidade e é tão complexo quanto ao seu.

Páginas12345