Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 25/09/2019
planejamento de viagens lary di lua

Eu costumo dizer que o sucesso de uma viagem é o seu planejamento e isso é a primeira coisa que faço quando penso em cair na estrada. Prefiro pensar em quanto vou gastar, como vou chegar em tal local, o que tem para fazer naquele local, deixar o hostel reservado, coisas simples mas que fazem toda a diferença.

E para ajudar vocês a organizarem suas viagens, tenho feito uma série de posts aqui no blog e vídeos lá no canal. Como muitas pessoas preferem conteúdos visuais, vou deixá-los listados aqui:


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 12/09/2019
contratar seguro viagem lary di lua

O Seguro Viagem é o item mais essencial de sua viagem, principalmente para o exterior. Ele nada mais é que um plano de saúde temporário, que funciona no período contratado e pelas regras definidas com a empresa. Muitos deles cobrem também a perda ou roubo de bagagem, bem como despesas farmacêuticas e remarcação de passagem.

Por que contratar um seguro viagem?

 A maioria das pessoas não faz um seguro viagem quando vai para algum lugar dentro do próprio Brasil. Isso porque muitos tem planos de saúde com abrangência nacional e temos também o Sistema Único de Saúde (SUS), que apesar de, às vezes, ser demorado, é onde buscamos socorro quando acontece qualquer acidente durante alguma viagem. Se for algo relacionado à perda de bagagens, nós acabamos procurando a própria companhia aérea  para resolver o problema.

Contudo, as coisas mudam muito quando pensamos em sair do país, principalmente quando é para algum lugar em que não dominamos a língua.  A maioria dos outros países tem hospital público, mas com o conceito bem diferente do que conhecemos. São públicos pois qualquer pessoa pode ser atendido, mas é pago, e muitas vezes o valor é altíssimo, como é o caso dos EUA. Quando viajei pela primeira vez ao exterior, para a Argentina, não fiz um seguro viagem ou seguro saúde em si, pois no contrato da excursão em que fui, ele era oferecido.

Ano passado quando fui para a Califórnia, contratei o seguro por três motivos: eu iria viajar sozinha durante um mês e qualquer coisa poderia acontecer neste período; o seguro é bem mais em conta do que um atendimento de urgência nos Estados Unidos; e é um fator que ajuda muito a passar na imigração. Do período de 12/04 a 15/05, eu paguei R$ 333,16 no Seguro da Allianz.

O que o seguro viagem cobre?

A maioria dos seguros viagem no mercado cobrem (inclusive o que eu contratei cobriam todos estes pontos):

Morte Acidental
Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente
Despesas Médicas e Hospitalares
Despesas Odontológicas
Traslado do Corpo
Regresso Sanitário
Traslado Médico
Extravio de Bagagem
Cancelamento, Interrupção  e Extensão de Viagem
Regresso Antecipado do Segurado
Retorno de Acompanhantes
Retorno de Menores
Despesas Farmacêuticas
Despesas com Fisioterapia
Hospedagem Após Alta Hospitalar
Visita ao Segurado Hospitalizado
Hospedagem de Acompanhante
Despesas Jurídicas
Garantia de Viagem de Regresso
Adiantamento de Fiança
Localização de Bagagem
Orientação em Caso de Roubo ou Perda de Documentos
Transmissão de Mensagens Urgentes

Quando contratar o seguro viagem?

Você precisa contratar o seguro viagem do primeiro dia de sua viagem até o seu retorno, ou seja, se você sair do Brasil no dia 10/10 e chegar nos EUA no dia 11/10, você precisa colocar a data inicial como o dia 10 e a data final o dia que você chegará no último aeroporto do qual você seguirá para a sua casa. Pois como o seguro também cobre o desvio ou perda de bagagem, é essencial que ele seja contratado o período todo.

Qual seguro contratar

Hoje em dia há uma infinidade de seguros no mercado e você pode pesquisar por aquele que tem uma abrangência maior, inclusive muitos países indicam contratar seguros que cobrem no mínimo $30 mil de despesas médicas. No Real Seguro Viagem vocês podem comparar o preço de diferentes seguros e para diferentes lugares.


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 05/09/2019
Cinco atrações gratuitas em Buenos Aires

Cinco atrações gratuitas em Buenos Aires para você fazer durante sua viagem. Buenos Aires é a escolha da grande maioria de brasileiras que deseja fazer uma viagem internacional pela primeira vez. 

Em 2012, aproveitei uma excursão para ir com mais duas amigas para a capital argentina. Não era o meu sonho conhecer o país vizinho mas amei muito. Como foi minha primeira vez em um lugar tão frio, a viagem foi encantadora e não vejo a hora de retornar. Durante a viagem, aproveitamos para conhecer várias atrações gratuitas em Buenos Aires e, assim, economizar dinheiro.

Atrações gratuitas em Buenos Aires

Tirar fotos com a estátua da Malfada

Com certeza você já viu algum quadrinho da contestadora Mafalda, que em 2019 completou 55 anos. Ela foi criada pelo cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado Tejón, o Quino, e ficou conhecida por questionar e preocupar com causas sociais nas décadas de 60 e 70.

A estátua da Mafalda, inaugurada em 2009, tem 80 centímetros e está localizada em San Telmo, onde Quino viveu durante alguns anos.

Endereço: Calle Chile com Cale Defensa, San Telmo

Assistir ao pôr do sol em Puerto Madero

Puerto Madero é um dos bairros de Buenos Aires e é muito conhecido por conta da “Puente de la Mujer. O porto foi construído no século XIX para receber muitos navios. Contudo, as embarcações foram ficando maiores com o passar do tempo e o porto foi sendo deixado de lado. Durante anos, o porto foi classificado como um dos piores lugares da capital. Contudo, nos anos 90 a região foi revitalizada, surgindo ali restaurantes, cassinos, universidades, casas luxosas, baladas, entre outros.

Vá no fim da tarde e escolha um restaurante legal para apreciar o por do sol e a Puente da la Mujer, que é uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava e foi inaugurada em 2001.

Se encantar com o colorido do Caminito

O Caminito é uns dos lugares símbolos de Buenos Aires. Ela é uma rua-museu, com 150m, localizada no bairro de La Boca (sim, o estádio do Boca Juniors), com bastante casas coloridas, lojinhas e restaurantes. Eram nessas casas que moravam os imigrantes que trabalhavam no porto da cidade.  

Aproveite o local para passear, comprar algumas lembrancinhas e tirar muitas fotos, principalmente com pessoas vestidas como se fossem dançarinos de tango.

Aprender um pouco mais de arte no Museu de Belas Artes

Eu fiquei encantada quando visitei o Museu Nacional de Belas Artes, que é um dos maiores da América Latina, pela quantidade de obras, muitas delas bem famosas, como as de Monet, Picasso, Manet, Van Gogh, entre outros. Ele foi inaugurado em 1895 onde hoje é as Galerías Pacífico ( um shopping que vale a pena conhecer) mas precisou ir para um outro lugar em 1909 pelo aumento no volume de obras. 

Atenção: as entradas são gratuitas apenas nas terça-feiras, qualquer horário, e de quarta a domingo, após às 18h45. 

Endereço: Av. del Libertador 1473, Recoleta, Buenos Aires.

Fazer um passeio diferente em um cemitério

Eu sei que você levou um susto ao ler esse subtítulo, mas esse é uma das atrações gratuitas em Buenos Aires mais visitadas, principalmente por não ser algo tão comum.

O Cemitério da Recoleta, fundado em 1822, é um dos cemitérios mais célebres do mundo. Diversas personalidades e ex-presidentes da Argentina estão enterrados nele, que foi o primeiro do país, como : Eva Perón (ex-primeira-dama da AR, atriz e cantora), Miguel Juárez Celman, Bartolomé Mitre ( ambos ex- presidentes da AR). Tal característica juntamente com os luxuosos jazigos e construções e os belos jardins tornaram o Cemitério da Recoleta o mais famoso do país.

Endereço: Junín 1760, Recoleta, Buenos Aires.

Gosta de dicas de viagens? Vem conhecer meu canal! Lá dou várias dicas de como planejar viagens e compartilho com vocês minhas experiências viajando.


Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 03/09/2019

Como poupar dinheiro para uma viagem é a pergunta mais mais recebo e sempre respondo da mesma forma: viajar precisa ser uma prioridade em sua vida. Só assim ficará muito mais fácil guardar dinheiro para realizar uma grande viagem ou sempre ter uma reserva para fazer várias viagens pequenas no ano, dependendo claro de suas condições financeiras.

Contudo, é importante ressaltar que, levando em conta os problemas sociais do Brasil, não dá para eu falar para uma pessoa que tem filhos e banca todos os gastos básicos (moradia, energia, água e comida) da família com um salário mínimo poupar dinheiro para viajar. Infelizmente esta é a realidade brasileira e não dá para ignorá-la.

Enfim, se você não se encaixa no caso acima, vez ou outra tem um dinheiro sobrando e quer muito cair na estrada, este post é para você.

Como guardar dinheiro para uma viagem

Na Alamo Square, na minha primeira viagem à San Francisco, na Califórnia

O primeiro ponto para poupar dinheiro para uma viagem é definir qual a sua prioridade hoje. Você quer comprar um carro? Precisa de um celular novo? Gosta de sair toda semana com os amigos? Então viajar não é uma prioridade para você no momento. Agora, se você gosta de paz, de conhecer lugares novos, viver novas histórias, ter experiência para contar e precisa disso para recarregar as energias, ficar em paz com você mesmo, então viajar é uma prioridade em sua vida.

A partir do momento em que viajar vira uma prioridade na sua vida você começa a poupar dinheiro para viajar, parece mágica, mas não é. Primeiro porque você passa a se perguntar se de fato você precisa de comprar algo novo. Há um tempo eu sempre comprava algo quando ia no shopping bater perna. Parecia que eu precisava comprar algo só porque eu tinha ido ao shopping e eu acabava comprando. Muitas vezes eu nem usava a peça ou acabava me arrependendo quando eu chegava em casa. Então parei de ir ao shopping bater perna, hoje em dia eu só vou por precisão mesmo.

Corte gastos supérfluos

Outra coisa que você pode fazer é cortar gastos que não são tão necessário assim. Por exemplo, muitas mulheres vão toda a semana no salão de beleza, para cortar o cabelo ou fazer as unhas, e isso acaba virando um hábito. Mas muitas dessas coisas podemos fazer em casa. Por exemplo, se você sabe fazer as unhas, pode fazer em casa e economizar um dinheiro, ou você pode comprar um creme de hidratação e economizar não fazendo o procedimento no salão.

Tudo isso depende do que é prioridade na sua vida. Para ficar mais fácil, faça uma lista e anote todos os seus gastos. Você realmente assiste muitos filmes/séries na Netflix para ter que pagar um plano? Você precisa sair todos os dias do final de semana com os amigos? Você precisa ir de Uber à tal lugar ou você pode ir de ônibus? Reveja seus gastos e comece a cortar os desnecessários.

Tenha uma lista das viagens que gostaria de fazer

Ter uma lista de lugares que você gostaria de conhecer ou das viagens que você sonha em fazer é uma ótima estratégia para juntar dinheiro. Pois ao colocar no papel, aos poucos você começa a planejar, estimar os custos e aos poucos você já estará ali planejamento aquela viagem e pensando em como economizar para realizá-la.

Tenha uma poupança para viajar

Você tem uma conta poupança? Comece a depositar um valor x mensalmente. Ao fazer a lista de gastos que você pode cortar, você descobrirá o quanto poderá economizar por mês, então pegue este valor e o deixe na poupança. Hoje em dia com os bancos digitais é muito mais fácil ter uma conta só para esta finalidade. Eu, por exemplo, uso minha Nu Conta para deixar minhas economias para viajar e, além de ajudar, é bem fácil.

Salve este post em seu Pinterest para não perder estas dicas

E você, tem alguma dica de como guardar dinheiro para uma viagem? Comente aqui:


Páginas123456789... 33»