Por Di Lua, sobre Diário de Viagem
Dia 05/06/2019

No dia 16 de maio deste ano embarquei para mais uma viagem só, desta vez para Guarapari, Vila Velha e Vitória, no Espírito Santo. Programei duas diárias para Guarapari e três diárias para Vila Velha, sendo que tiraria um dia para conhecer Vitória também. Neste post vou falar como foi minha viagem de um modo geral: compra das passagens aéreas, locomoção de Vitória a Guarapari de ônibus, e onde me hospedei.

Praia das Virtudes – Guarapari

Comprei minha passagem de avião pela Avianca, e agora?

A viagem programada desde março sofreu alterações de última hora pois havia comprado minha passagem pela Avianca, que está em recuperação judicial e por isso cancelando vários voos. Fui no aeroporto de Goiânia no dia 30/04 buscar informações e o atendente da Companhia me informou que eu deveria pedir o reembolso no site, pois na semana da minha viagem nem haveria mais trabalhadores sequer.

Fiquei um dia tentando pedir o reembolso ou conseguir um novo voo por outra companhia e após horas no telefone, consegui solicitar o reembolso via Sub Viagens (onde comprei minha passagem). Estou aguardando o reembolso até hoje, apesar dele já ter sido confirmado pela Sub Viagens.

Como não queria perder minha viagem de férias, resolvi comprar uma nova passagem área, desta vez pela Azul. O primeiro voo, que custou R$310, era do dia 16/05 ao dia 21/05, com embarque da volta às 20h. Já o segundo voo, que custou R$488, era do dia 16/05 ao dia 21/05, mas com o embarque da volta às 08h, ou seja, nessa alteração acabei perdendo um dia de praia e sol em Vila Velha.

Dia da viagem sozinha para Guarapari

Aeroporto Internacional de Vitória

Medi minha mala de viagem pequena várias vezes e ela tinha exatamente o tamanho permitido para bagagem de mão, mas ao chegar no Aeroporto de Goiânia, a agente que encaminha as pessoas para o embarque desconfiou do tamanho dela e usou aquela caixa para medir. Como minha mala não é dessas moderninhas com as rodas 360º, as rodas fica um pouco para fora do limite de mala, o que foi suficiente para mandar eu despachar minha bagagem. O valor para despachar a bagagem era de R$120, mas como eu havia baixado o aplicativo da Azul para fazer o check in, despachei por ele e paguei apenas R$60. Odeio pagar taxas, ainda mais porque este valor não foi incluído no orçamento da viagem (saiba mais aqui), mas foi menos pior pagar R$60 do que R$120.

Então fica a dica: sempre baixe o aplicativo da companhia aérea onde você comprou sua bagagem.

Imagem da 3ª Ponte que liga Vitória a Vila Velha

De Vitória a Guarapari

Após uma conexão rápida em Confins/MG, cheguei em Vitória por volta das 10h. No aeroporto mesmo encontrei a sala do Águia Branca turismo/Viação Alvorada e comprei minha passagem para Guarapari por R$23,10, para às 10h30. Apesar do ônibus ter atrasado um pouco, cheguei no meu destino final por volta de 12h30.

Ir de Vitória a Guarapari de Ônibus é incrível. Você passa pela avenida beira mar da capital capixaba; depois passa pela 3ª Ponte, de onde é possível ver o Convento da Penha em Vila Velha; pelas praias de Vila Velha e depois chega a Guarapari.

Assim que atravessei a ponte que liga a Praia do Morro ao Centro de Guarapari, desci do ônibus. Da parada, resolvi pegar um Uber até o Villa Virtudes Hostel.

Villa Virtudes

Villa Virtudes Hostel

Me apaixonei por este Hostel assim que o vi no Booking. Apesar de ter opções mais em conta no site, acabei decidindo me hospedar nele e amei. O Hostel funciona em um casarão lindo em bem decorado no Centro de Guarapari, perto da Praia da Virtudes. Fiquei em um quarto privado, cuja diária custou R$100.

Era possível ir do Hostel à várias praias a pé, e quando já estava escuro e eu não estava afim de subir a ladeira sozinha, pedia um Uber rs.

E a chuva que atingiu a região metropolitana de Vitória?

Apesar de eu ter olhado o clima do local várias vezes e visto que em maio o risco de chover era mínimo, cheguei em Vitória junto com a chuva rs. Guarapari estava nublada e durante toda a minha estádia lá chuviscou ou choveu. No primeiro dia (16/05) dei uma volta pelas praias de Areia Preta e Castanheiras debaixo de um fino chuvisco. No segundo dia (17/05) até entrei no mar, nas Castanheiras, e fui a pé até a Praia do Morro.

Na madrugada do dia 17 para o dia 18 choveu muito em toda a região metropolitana de Vitória, e várias ruas da capital, de Vila Velha e Cariacica ficaram alagadas. Eu ia para Vila Velha no sábado, 18, mas após acompanhar alguns Instagrans locais e conversar com a co-anfitriã do apartamento que eu havia alugado pelo AirBnb, resolvi ficar em Guarapari, onde eu estava segura.

Acabei tendo que pagar mais uma diária no Villa Virtudes e na manhã do dia 19/05 parti para Vila Velha.

Confira mais informações sobre as praias de Guarapari no próximo post.



Avatar
Kaila Garcia disse:
Dia 10/06/2019 às 15:36

Guarapari deve ser lindo demais, admiro quem viaja sozinha, porque eu não tenho essa coragem, amo estar com companhia!

https://www.kailagarcia.com/

Avatar
Di Lua disse:
Dia 10/06/2019 às 17:25

É linda mesmo. Obrigada. Ahh eu amo viajar só, é uma tranquilidade.